Pedro Abad elogia Peter Siemsen: "O considero um visionário"

Candidato concedeu entrevista exclusiva à VAVEL Brasil; Eleição presidencial ocorre na segunda quinzena de novembro

Pedro Abad elogia Peter Siemsen: "O considero um visionário"
Pedro Abad elogia Peter Siemsen: "O considero um visionário"

As eleições do Fluminense se aproximam e os candidatos ao pleito presidencial começam a divulgar seus planos para o mandato. Pedro Abad, candidato da chapa Flusócio e apoiado pelo presidente Peter Siemsen, concedeu entrevista exclusiva à VAVEL Brasil e comentou sobre seus pontos de melhorias que o clube. Segundo ele, vivenciar seis anos da atual gestão lhe favorecem para encontrar soluções aos problemas existentes.

+ Eleição Presidencial: VAVEL entrevista Pedro Abad

"Eu considero o presidente Peter um visionário. Ele enxergou um planejamento estratégico que hoje é muito claro, mas há seis anos não era. Dentro do que ele se propôs a fazer eu considero ele um presidente excepcional. Na minha opinião, ele será lembrado durante muito tempo pelo o que ele realizou. Mas como todo projeto que tem uma duração longa, não se pode atacar algumas coisas que não foram feitas. O Fluminense precisa de uma organização administrativa mais eficiente, isso não foi possível de atacar nesse período.

É um foco muito importante na minha proposta, criar uma cultura mais ligada a corporação propriamente dita. O futebol precisa ser completamente remodelado. A estratégia de futebol precisa mudar urgentemente. A gente precisa trazer o torcedor para mais perto. Tem que se sentir mais engajado na vida do clube. Tem que se sentir ligado diretamente ao crescimento do clube. Meus três pontos principais são esses: remodelação do futebol, criar uma cultura organizacional administrativa mais profissional e procurar o máximo em engajar o torcedor na vida do clube. Seriam essas 3 evoluções principais na minha gestão."

Candidato da Flusócio, Pedro Abad é um dos quatro concorrentes à presidência do Fluminense para o triênio 2017-2019. Além dele, Celso Barros, Mário Bittencourt e Cacá Cardoso almejam ao cargo que atualmente pertence a Peter Siemsen, reeleito em 2013. As eleições ocorrem na segunda quinzena de novembro, em Laranjeiras.