Mário Bittencourt faz elogios a Xerém: "Fábrica de talentos"

Candidato concedeu entrevista exclusiva à VAVEL Brasil; Eleição presidencial ocorre na segunda quinzena de novembro

Mário Bittencourt faz elogios a Xerém: "Fábrica de talentos"
Mário Bittencourt faz elogios a Xerém: "Fábrica de talentos"

As eleições do Fluminense se aproximam e os candidatos ao pleito presidencial começam a divulgar seus planos para o mandato. Mário Bittencourt, candidato da  'Fluminense me domina' que traz Ricardo Tenório como vice de chapa, concedeu entrevista exclusiva à VAVEL Brasil e comentou sobre as mudanças que deseja fazer no clube. Segundo ele, estar presente para defender o Fluminense nos piores momentos da história recente do Fluminense é seu maior trunfo por não fugir das responsabilidade.

+ Eleição Presidencial: VAVEL entrevista Mário Bittencourt

"Xerém é uma fábrica de talentos e ela tem que ter duas vertentes. A vertente da manutenção dos atletas que tem potencial para serem grandes jogadores do Fluminense, enquanto os de nível médio serão utilizados para dar esse giro para que Xerém continue se retroalimentando e fazendo jogadores. Não dá para cravar nenhuma das duas posições. Tem que ser transparente como eu sempre sou. Jogadores como Scarpa, vai haver uma luta para mantê-lo, mas isso não depende só da nossa vontade, depende da vontade do atleta também.

"É muito importante dizer isso. As vezes chega uma proposta financeira para o atleta que se torna irrecusável e o clube não consegue cobrir. Aliás, se cobrir, faz com que ele perca o interesse de permanecer e queira uma transferência futura. Isso depende muito de jogadores. O Dedé, quando saiu do Vasco, o Cruzeiro fez um projeto para vendê-lo logo em seguida. Ele recebeu três propostas e comunicou ao Cruzeiro que estava satisfeito com o salário que ganhava e não tinha vontade de sair. Ele não saiu do Cruzeiro por vontade própria. Tem jogadores e jogadores. Alguns sobem e nós temos que fazer o giro, seja por empréstimo ou venda para que possamos botar dinheiro em caixa para fazer novos jogadores"

Candidato da Fluminense me domina, Mário Bittencourt é um dos quatro concorrentes à presidência do Fluminense para o triênio 2017-2019. Além dele, Celso Barros, Pedro Abad e Cacá Cardoso almejam ao cargo que atualmente pertence a Peter Siemsen, reeleito em 2013. As eleições ocorrem na segunda quinzena de novembro, em Laranjeiras.