Após confusão, Sandro Meira Ricci faz retificação na súmula do Fla-Flu

Anteriormente, Sandro Meira Ricci não havia assinalado nada de grave na súmula da partida

Após confusão, Sandro Meira Ricci faz retificação na súmula do Fla-Flu
Foto: Celso Pupo/Fotoarena

Após confusão, o árbitro Sandro Meira Ricci publicou na tarde desta terça-feira (18), suas retificações na súmula do Fla-Flu. Em documento enviado à CBF,o árbitro alterou a caixa 'Ocorrências e Observações' para acrescentar a invasão de campo por parte dos jogadores reservas e membros da comissão técnica dos dois times, além de corrigir o tempo em que a partida ficou paralisada. 

+ Após polêmica, CBF divulga súmula do Fla-Flu: "Nada houve de anormal"

"Informo que durante o tempo em que o jogo ficou paralisado, vários jogadores suplentes e membros da comissão técnica de ambas as equipes adentraram o campo de jogo, sob forte emoção, para pedir que a decisão da arbitragem fosse favorável às suas respectivas equipes. Diante da importante decisão de anular ou não um gol e da necessidade de esperasse que o ânimo de todos se acalmasse para que a arbitragem pudesse comunicar sua decisão com tranquilidade, considero que as reações foram aceitáveis para a situação, motivo pelo qual não houve necessidade de ações disciplinares - retificou Sandro Meira Ricci, que ainda informou "que o jogo ficou parado por 12 minutos, não 10 como relatado anteriormente na súmula", declarou.

Relembre o lance: 

Após a cobrança de falta de Gustavo Scarpa, Henrique, claramente em posição irregular, empurra a bola para as redes. O assistente, no entanto, assinala imediatamente o impedimento do zagueiro tricolor que corre junto aos companheiros para questioná-lo à beira do campo. O juiz da partida, Sandro Meira Ricci também corre em direção ao assistente e em rápida conversa com ele, valida o gol do Fluminense.

Mediante a isso, os jogadores do Flamengo, juntamente com os reservas e a equipe técnica passa a pressionar o bandeira, criando um tumulto no meio do campo. Após uma intensa discussão, Meira Ricci volta atrás de sua decisão, invalidando o gol de empate do Fluminense. A polêmica, no entanto, ficou por conta de uma possível interferência externa, sob a alegação do uso do recurso de vídeo de maneira indireta para decisão da jogada.