Gustavo Scarpa se posiciona sobre anulação do Fla-Flu: "Tem que jogar de acordo com a lei"

Meia negou que os problemas do Fla-Flu interferiram no rendimento da equipe contra o São Paulo

Gustavo Scarpa se posiciona sobre anulação do Fla-Flu: "Tem que jogar de acordo com a lei"
Gustavo Scarpa se posiciona sobre anulação do Fla-Flu: "Tem que jogar de acordo com a lei"

A derrota na última rodada do Brasileirão foi para o São Paulo, mas o grande assunto que ainda ronda os noticiários é o pedido de anulação do clássico contra o Flamengo feito pelo Fluminense. Nesta terça-feira (18), em Laranjeiras, Gustavo Scarpa concedeu entrevista se posicionou contra o uso de interferência externa. No entanto, afirmou ser um problema para a diretoria resolver.

"A interferência externa é proibida, né? Tem que jogar de acordo com a lei. É a minha opinião, não sei se vale de muita coisa. Deixo a diretoria resolver isso. É um direito nosso. Não pode haver interferência externa e ocorreu. Cabe à Justiça e o STJD decidirem", comentou.

Mas a derrota no Fla-Flu interferiu no rendimento da equipe contra o São Paulo? Para Scarpa, não. O meia declarou que o grupo conta com jogadores experientes e o foco é sempre pensar na próxima partida.

"O grupo tem vários jogadores experientes, todos conscientes do que vem acontecendo e profissionais o suficiente para deixar isso fora de campo. Temos que entrar na próxima partida pensando apenas no próximo jogo"

Com a virada, o Fluminense amarga sua terceira derrota seguida no Campeonato Brasileiro. O Tricolor se mantém com 46 pontos e cai para a nona colocação. Desde que o G-4 virou G-6, o Tricolor não venceu. O próximo compromisso é contra o Coritiba, pela 32ª rodada, no domingo (23), às 18h30, no Couto Pereira.

Confira a entrevista de Gustavo Scarpa na íntegra

- Time ainda não esqueceu do Fla-Flu?

"O que aconteceu no jogo contra o São Paulo não teve nada a ver com o Fla-Flu. Claro que você acaba dormindo mal nos primeiros dias, a adrenalina estava muito alta. Todos sentiram o que aconteceu na partida. Somos responsáveis pelo que apresentamos ontem no jogo"

- Coritiba

"Partida extremamente importante. Reta final de Brasileiro, cada time está brigando por alguma coisa. Queremos a Libertadores, Coritiba quer se afastar da zona. Vai ser difícil, mas vamos tentar conquistar a vitória fora de casa"

- Bola aérea

"É difícil falar. A gente treina, mas não combina com o adversário. O Rodrigo Caio, mesmo não sendo muito alto, é muito bom na bola aérea. O Victor Hugo e o Mina do Palmeiras também são muito bons. A gente treina bastante, mas infelizmente estamos levando a pior. Não é porque não vem dando certo que vamos deixar de treinar"

- Irregularidade do time

"Eu não tenho uma explicação. É difícil, o campeonato é muito nivelado. Alguns times que estão lá embaixo poderiam estar lá em cima. São sempre boas equipes impondo seus ritmos. É muito relativo. Estamos lutando para buscar uma consistência maior de jogo. Conseguimos três vitórias, infelizmente perdemos três seguidos depois"

- Ponto para chegar na Libertadores

"Não fico nem pensando em quantos pontos a gente precisa. Pensamos sempre no próximo jogo, na vitória... Não sei se tem um número exato. Temos que tentar ganhar todos os jogos possíveis"

- Para voltar a vencer

"No jogo contra o Santos, fora de casa, a equipe foi muito bem. Não fugimos do jogo e tentamos impor o nosso ritmo. Será essencial para conseguir a vitória. Sabemos das dificuldades, mas vamos tentar impor o nosso ritmo"

- Temporada 2016

"Estou muito feliz com tudo que vem acontecendo na minha vida. Agradeço muito a Deus. A maioria dos meus sonhos esta sendo realizado. Era 10 na base e sonhava ser 10 no profissional. Teve o empréstimo, mas sempre quis ficar no Flu. Sabia que tinha condições de vencer aqui e consegui. Agradeço a ajuda de todos os companheiros, os que me aconselham, os amigos de Xerém"

- Chance de disputar a Libertadores

"Vai ser muito bom, é a principal competição da América. Será bom para o meu currículo, ganhar experiência, uma escola diferente. Estamos lutando por isso. É bom não só para mim como para o clube de modo geral. Vamos lutar para conquistar a vaga"