Em confronto direto visando G-6, Fluminense enfrenta Atlético-PR no Maracanã

No Maracanã, Fluminense e Atlético Paranaense se enfrentam em briga direta pelo G6

Em confronto direto visando G-6, Fluminense enfrenta Atlético-PR no Maracanã
(Foto: Nelson Perez/Fluminense FC/Divulgação)
Fluminense
Atlético-PR

Confronto direto. Assim caracteriza-se o confroto entre Fluminense e Atlético-PR, que se enfrentam, no Maracanã, nesta terça-feira (15), feriado nacional visando o G-6. Ambas as equipes vem de derrotas, no entanto, em momentos diferentes. O Furacão, em sexto, busca se manter na zona de classificação para a Libertadores, mas acumula resultados ruins dora da Arena da Baixada. O Flu, por sua vez, está há 6 jogos sem vencer. Depois da última derrota, contra o Cruzeiro, sobrou para Levir Culpi, que foi demitido. Marcão codanda o Tricolor Carioca. 

Em sete dias de trabalho, Marcão considera o Flu pronto 

Agora, com Marcão, o Flu fechou boa parte dos treinos no CT Pedro Antônio Ribeiro da Silva visando a preparação para a partida diante do Atlético-PR. Com ênfase em jogadas de bola parada, Marcão concluiu o que ele mesmo chamou de "boa semana". 

Mesmo diante do mau momento, o clima no CT localizado na Barra da TIjuca era ameno durante esses sete dias de treinamentos, e, Marcão considera que o Fluminense está pronto para fazer um bom jogo contra o Atlético Paranaense e pôr fim na má fase. 

 "Aproveitamos bem a semana. Quem entrar vai aproveitar ao máximo para fazermos um grande jogo. Procuramos fazer algumas coisas diferentes. Achamos que pode funcionar. Treinamos muito para fazer uma grande partida. Esse período foi altamente positivo. A energia está boa, a semana foi boa, de comprometimento", afirmou o técnico Marcão.

Com as atividades fechadas, pouco se pôde ver sobre o provável time titular na primeira partida sob o comando de Marcão. Diego Cavalieri e Richarlison, que se recuperam de lesão, treinaram normalmente. O primeiro, que está fora dos gramados há 66 dias, inclusive, treinou entre os titulares. 

"Fluminense é isso, equipe enorme desse jeito. Responsabilidade muito grande e o que nos dá certeza de um bom jogo foi o que fizeram durante a semana. Vamos ter um Fluminense muito forte", concluiu, em entrevista coletiva, Marcão.

Com alterações, Atlético-PR vai em busca da vitória fora de casa 

Em casa, na Arena da Baixada, o Furacão faz jus ao apelido e mantém aproveitamento de time brigando pela liderança. Fora, o Atlétoco-PR não soma bons resultados. Esses dois mundo que vive o rubro negro paranaense rende bons debates, mas, o técnico Paulo Autuori prefere deixar de lado os números e trabalhar intensamente para, contra o Fluminense, a bruxa de mau visitante não volte a atormentá-lo. 

"Se nós soubéssemos qual é o problema fora de casa, já teríamos resolvido. Temos que refletir sobre isso. O que não pode virar é um trauma. Isso é o mais importante. Para isso, temos que desencanar e trabalhar", declarou. 

Diante do Fluminense, o Atlético-PR terá duas mudanças e uma dúvida para a partida. No gol, Santos entra no lugar de Wewerton, cedido à seleção brasileira. Na zaga, Thiago Heleno retoma a posição após cumprir suspensão. E, no ataque, Nikão e André Lima disputam uma vaga.

"Ainda não defini. Até porque há uma preocupação em relação à incerteza que temos, de que maneira o Fluminense poderá iniciar o jogo, que proposta poderá ter, sabendo que este jogo para eles será fundamental, né? Quero dizer em relação à escalação da equipe para o início da partida e à estratégia que podem adotar em relação a este equipe", explicou Paulo Autuori. 

O Fluminense é o nono colocado com 48 pontos, já o Furacão ocupa a sexta colocação com 51 pontos. A partida, válida pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, será realizada às 17h, no Maracanã.