Peter Siemsen vota na eleição presidencial do Fluminense

Atual presidente do clube apoia o candidato Pedro Abad, da chapa "Somos Fluminense"

Peter Siemsen vota na eleição presidencial do Fluminense
Peter Siemsen, ao lado do pai, votaram na eleição presidencial do Fluminense (Foto: Divulgação/Fluminense FC)

O atual presidente do Fluminense, Peter Siemsen, votou na eleição presidencial na tarde deste sábado (26). Com camisa de apoio ao candidato Pedro Abad, da chapa "Somos Fluminense", o mandatário ainda acompanhou o pai para votar.

Peter Siemsen foi eleito presidente do Fluminense pela primeira vez no triênio 2011-13 e foi reeleito para 2014-16. De acordo com o estatuto, não pôde se candidatar outra vez, mas declarou apoio a Pedro Abad, membro do Conselho Fiscal e também representante da Flusócio.

A votação começou por volta das 9h e terminará às 18h. Desde cedo a movimentação é muito grande na sede. A urna fica localizada no Bar dos Guerreiros. Por se tratar de um sistema eletrônico, a expectativa é que o novo presidente seja conhecido até 19h. O vencedor comandará o clube pelo triênio 2017-2019.

Expectativa de término da apuração até 19h

O Fluminense fechou acordo com o TRE-RJ, que cedeu 11 unidades de urnas usadas nas eleições municipais, para andamento do pleito presidencial. Diferente de outros anos, onde os votos eram contabilizados por células, a eleição será inteiramente eletrônica, o que facilitará o processo de apuração. Sendo assim, a expectativa é que os torcedores tricolores conheçam seu novo presidente até 19h.

Quem está apto a votar?

O estatuto do Fluminense informa que o pré-requisito para direito a voto é ser maior de 16 anos e ter, no mínimo, um ano (contribuintes e proprietários) e dois anos (sócio futebol) de associação. Também é preciso constar com todas as mensalidades pagas. Quem estiver com pagamentos atrasados, poderão regularizar neste sábado, em Laranjeiras, e votar por cédulos de papel.

Serviço do pleito presidencial

Horário: 9h às 18h
Local: Salão Nobre das Laranjeiras
Data: 26 de novembro
Sócios aptos: cerca de 12,6 mil 
Candidatos: Celso Barros, Mário Bittencourt e Pedro Abad