Com time reserva, Fluminense perde invencibilidade no Carioca para Nova Iguaçu

Falhas individuais na defesa resultaram na primeira derrota do Tricolor no Campeonato Carioca

Com time reserva, Fluminense perde invencibilidade no Carioca para Nova Iguaçu
Foto: Nelson Perez/Fluminense FC
Fluminense
1 3
Nova Iguaçu
Fluminense: Diego Cavalieri; Mateus Norton, Reginaldo, Nogueira e Marquinhos Calazans; Orejuela, Wendel e Marquinho (Léo, min. 30'/2ºT); Marcos Junior (Maranhão, min. 21'/2ºT), Osvaldo (Lucas Fernandes, min. 16'/2ºT) e Pedro.
Nova Iguaçu: Jefferson; Thiago Crispin (Vinícius Matheus, min. 42'/1ºT), Bruno Simões, Murilo Henrique e Lucas; Anderson (Iuri, min. 13'/2ºT), Paulo Henrique, Caio Cezar (Renan Silva, min. 33'/2ºT) e Wescley; Marlon e Adriano.
Placar: 0-1, min. 5'/1ºT, Marlon. 1-1, min. 11'/1ºT, Pedro. 1-2, min. 37'/1ºT, Adriano. 1-3, min. 26'/2ºT, Nogueira (OG).
INCIDENCIAS: 2ª rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca 2017. Partida realizada no estádio Giulite Coutinho, no Rio de Janeiro.

Mais uma vez utilizando o time reserva, o Fluminense foi surpreendido e foi derrotado pelo Nova Iguaçu, na tarde deste domingo (19), pela 2ª rodada da Taça Rio, no estádio Giulite Coutinho. Foi a primeira vez que o tricolor perdeu para o adversário em sua história.

As falhas da defesa do Fluminense decidiram a partida. No primeiro tempo, Reginaldo e Nogueira falharam nos gols de Marlon e Adriano. Já na etapa final, Nogueira marcou contra após vacilo de Diego Cavalieri. Pedro marcou o único gol tricolor.

Na próxima rodada, o Fluminense tem clássico contra o Botafogo, na quinta-feira (23), às 21h45 (de Brasília), no estádio Nilton Santos. Já o Nova Iguaçu entra em campo na quarta-feira (22), contra a Portuguesa, às 15h30, no estádio do Laranjão.

Nova Iguaçu surpreende, aproveita falhas da defesa do Flu e sai na frente

Utilizando os reservas pela segunda rodada seguida na Taça Rio, o Fluminense começou sendo surpreendido ainda no começo da partida, aos cinco minutos, quando Marlon aproveitou um vacilo da defesa tricolor para abrir o placar e tornar o Nova Iguaçu o primeiro time pequeno a furar a melhor defesa do Campeonato Carioca.

O Fluminense pareceu não ter sentido o gol. Ainda com toda a primeira etapa pela frente, o tricolor teve mais a posse de bola e empatou a partida quase que imediatamente, aos 11 minutos, quando Pedro completou o cruzamento de Mateus Norton para igualar o placar no Giulite Coutinho. Pouco depois, aos 16, o centroavante ainda teve a chance de virar após boa jogada de Osvaldo, mas o goleiro Jefferson salvou o Nova Iguaçu.

O jogo ganhou nova emoção quase no fim da etapa. Primeiro, aos 37 minutos, Adriano aproveitou o vacilo de Nogueira, roubou a bola, invadiu a área e bateu na saída de Diego Cavalieri para desempatar o placar. Depois, aos 42, Osvaldo teve a oportunidade de empatar em contra-ataque, mas Jefferson salvou o Nova Iguaçu mais uma vez.

Nogueira marca contra e Flu perde invencibilidade no Carioca

O Nova Iguaçu voltou para a etapa final disposto a definir a partida, marcando a saída de bola do Fluminense e forçando erros do tricolor. Por pouco não marcou o terceiro aos cinco minutos quando Adriano finalizou da entrada da grande área e carimbou a trave.

Assim como no primeiro tempo, o Fluminense teve mais posse de bola, mas pouco ofereceu perigo. Uma das poucas chances surgiu aos 15 minutos, quando após boa jogada de Osvaldo pela esquerda a bola sobrou com Marquinho que finalizou torto e Pedro, no rebote, mandou por cima.

O Fluminense começava a gostar da partida quando aos 26 minutos o time levou um 'banho de água fria'. Em cobrança de falta, Diego Cavalieri falhou e não segurou direito e a bola resvalou em Nogueira e o zagueiro marcou contra a própria meta.

Mesmo atrás no placar, o Fluminense continuou buscando o empate, mas a falta de criatividade na criação das jogadas não contribuiu. No último lance da partida, aos 48 minutos, Pedro ainda teve a chance de diminuir o placar, mas a bola saiu pelo canto direito.


Share on Facebook