Lado positivo: Mateus Norton se destaca com assistência em sua estreia no profissional

Improvisado na lateral, o jogador foi um dos poucos que obteve destaque na tarde deste domingo sendo o autor da assistência para o gol de Pedro, único do tricolor na partida

Lado positivo: Mateus Norton se destaca com assistência em sua estreia no profissional
(Foto: Nelson Perez/Fluminense FC)

A derrota do Fluminense neste domingo frente ao Nova Iguaçu teve o seu lado positivo. Apesar do péssimo jogo defensivo, a atuação do jovem Mateus Norton teve certo destaque não apenas por sua velocidade, mas também pela sua facilidade em conduzir e controlar a bola, atributos que dizem muito sobre sua origem no meio-campo.

Gaúcho da cidade de Campo Bom, Norton chegou ao Fluminense em março do ano passado, ainda por empréstimo, após se destacar no Campeonato Gaúcho com a camisa do Aymoré. Elogiado pelos profissionais da base, foi contratado em definitivo no começo deste ano, justamente quando subiu para o elenco profissional.

Contratado como volante, Mateus foi alvo das experiências de Abel Braga que levou o jovem para a lateral-direita. Com muita qualidade de passe e o poder de marcação, atributos típicos de um bom volante, Norton se destacou em sua estreia como profissional, sendo o autor da assistência para o gol de Pedro, único do tricolor neste domingo.

Norton treinando com os profissionais no CT Pedro Antônio (Foto: Nelson Perez/Fluminense FC)

Tradicionalmente o Fluminense enfrenta problemas nas laterais e o surgimento de bons jogadores nestas posições é sempre motivo de alegria para a torcida. No elenco atual, o tricolor conta com 3 laterais de origem, mas aposta na utilização de jovens meias na posição como é o caso de Norton e de Marquinhos Calazans.

No lado direito de campo, Lucas é o titular absoluto após um belíssimo início de temporada. Entretanto, Renato, reserva imediato, não conseguiu embalar uma sequência de boas partidas e viu Luiz Fernando e agora Norton serem utilizados improvisados na posição.

Já pelo lado esquerdo, a titularidade é de Léo Pelé, jovem que retornou ao Fluminense esse ano e que aproveita da ausência de jogadores para a posição. Na reserva está o jovem Calazans, meia tido como promessa na base e que aos poucos é iniciado ao time titular na lateral-esquerda sendo alvo de elogios por boa parte da torcida.

A utilização de jovens improvisados em outras posições é de responsabilidade de Abel Braga que vê nas partidas da Taça Rio a oportunidade de testar os jogadores. Apesar da derrota neste domingo, o projeto do treinador tem sido proveitoso ao Fluminense não apenas pelos resultados, mas pelo descobrimento de nomes com potencial.

 

Fluminense FC