Em situações similares, Fluminense e Botafogo realizam confronto direto no Maracanã

Equipes buscam reencontrar a vitória no Clássico Vovô visando possibilidade de entrar na zona classificatória para a Libertadores

Em situações similares, Fluminense e Botafogo realizam confronto direto no Maracanã
Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo
Fluminense
Botafogo
Fluminense: Júlio César; Lucas, Henrique, Reginaldo e Mascarenhas; Orejuela (Marlon), Wendel e Scarpa(Lucas Fernandes); Wellington Silva, Marcos Calazans e Richarlison
Botafogo: Jefferson, Arnaldo, Carli, Emerson Silva (Rabello), Victor Luís; Lindoso, Bruno Silva, Matheus Fernandes e João Paulo; Pimpão e Roger.
ÁRBITRO: Wagner Reway (MT), Fabio Rodrigo Rubinho (MT) e Marcelo Grando (MT)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro a ser realizada às 21h no Maracanã

Após dois anos, o Maracanã será palco do mais antigo clássico do futebol brasileiro novamente. Nesta quarta-feira (12) às 21h, Fluminense e Botafogo fazem confronto pelo Campeonato Brasileiro, os três pontos na tabela podem deixar uma das equipes na zona de classificação para a Libertadores.

Diferenciando do último confronto, neste Clássico Vovô os titulares estarão em campo. A última vez que se encontraram o Glorioso poupava seu time por conta da Pré-Libertadores, enquanto o clube das Laranjeiras ia com time alternativo visando a Copa do Brasil. Na ocasião Sassá, Dudu Cearense e Igor Rabello fizeram a festa, o Alvinegro levou a melhor em casa, aplicando 3 a 1 no Tricolor e garantindo sua vaga na final da Taça Rio.

Para o duelo desta rodada, os clubes vem com força máxima e apenas alguns desfalques pontuais. O Flu ainda divide atenções com outra competição - a Sul-Americana - no entanto, sem jogo recente, prioriza o Brasileirão. Somando 17 pontos na oitava posição, na última rodada não conseguiu arrancar a vitória do Bahia e empatou em 1 a 1 na Fonte Nova.

Com o mesmo placar, o clube de General Severiano fez partida em casa contra o Atlético-MG, garantiu 16 pontos na 11ª posição. Os botafoguenses ainda dividem atenção com outras competições também - seguem empolgados pela vitória fora de casa diante do Nacional -, mas só voltam à campo em agosto.

Mesmo sem o artilheiro da equipe, Flu segue otimista pelo G-6

Pendurado pelo terceiro cartão amarelo, o homem-gol, Henrique Dourado, cumpre suspensão automática e desfalca o clube nesta rodada. Durante a semana, Abel Braga treinou com portões fechados, mas é possível que Richarlison herde a função de fazer gols, jogando mais avançado. O atleta tem bom histórico diante do rival, marcou dois gols e comandou a virada por 3 a 2 no Carioca.

Outra opção do treinador é utilizar Pedro, que só foi titular uma vez diante da Chapecoense e deixou sua marca. O jovem da base pode atuar também avançado com Richarlison mais atrás. 

A boa notícia fica por conta da volta de Wendel, que sentiu o tornozelo esquerdo diante do Bahia, mas já está recuperado. Em contraponto, a equipe comandada por Abel ainda pode sofrer com outros importantes desfalques: Orejuela e Scarpa. No último treino, os jogadores não participaram da atividade com o resto do elenco e ficaram apenas na academia e fisioterapia, buscando recuperação rápida pelo desgaste físico.

"Estão relacionados, mas vamos ver. Amanhã (quarta) teremos um posicionamento melhor da fisiologia. Alguns exames mostram o risco de lesão em cima do calor corporal. Diz o lugar que está mais cansado. Alguns deram muito alto, é normal. Caso do Marlon Freitas, que estava há muito tempo sem jogar e fez um jogo muito convincente", tranquilizou o técnico.

Bota busca reencontrar a vitória para coroar bom momento

Um dia após anunciar a criação do novo Centro de Treinamento do time e assinar contrato com o Leonardo Valencia, só um bom resultado em campo para alegrar ainda mais a vida dos alvinegros. Pelo Brasileirão são três jogos sem vencer, a última vez foi justamente em um clássico, diante do Vasco.

Como de costume, o técnico Jair Ventura não revelou o time titular, mas é provável que utilize a mesma base da rodada passada. Diante de uma fraca atuação contra o Atlético-MG, Camilo deve iniciar mais uma vez como suplente. A dúvida fica por conta da zaga, preferido pela torcida alvinegra, Igor Rabello, vem dando lugar a Emerson Silva nas últimas partidas, mas o último compromete em muitos lances e pode voltar a ser opção no banco.

Na última atividade antes do clássico, o técnico abriu apenas o aquecimento para a imprensa, a única certeza é que Gatito não treinou com o elenco. O goleiro ainda se recupera de corte no joelho, desta forma, Jefferson se mantém como titular após grande atuação em sua reestreia.

"Jefferson já é muito bom, imagina motivado. Deu no que deu. Ele é um excelente goleiro, diferenciado. Não é a toa que é um goleiro de seleção. O problema não é meu, problema é do Tite, ele que vai ter que resolver isso aí", brincou Jair sobre a possível dificuldade de escolher o número 1.

Fluminense FC