Em jogo adiado, Fluminense fecha primeiro turno contra Ponte Preta buscando encostar no G-6

Tricolor precisa da vitória para encerrar o primeiro turno com a mesma pontuação do Sport, o primeiro time dentro do G-6; Macaca precisa vencer para se afastar de perto da zona

Em jogo adiado, Fluminense fecha primeiro turno contra Ponte Preta buscando encostar no G-6
Foto: Mailson Santana/Fluminense FC
Ponte Preta
Fluminense
Ponte Preta: Aranha; Jeferson, Marllon, Luan Peres e Danilo Barcelos; Naldo, Jádson, Jean Patrick e Léo Artur; Lucca e Emerson Sheik. Técnico: Gilson Kleina.
Fluminense: Júlio César; Lucas, Henrique, Renato Chaves e Marlon; Orejuela, Wendel e Gustavo Scarpa; Matheus Alessandro, Wellington Silva e Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga.
ÁRBITRO: Heber Roberto Lopes apita o jogo, auxiliado por Carlos Berkenbrock e Helton Nunes, todos de Santa Catarina.
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017, a ser realizado no estádio Moisés Lucarelli, às 20h (de Brasília).

Ponte Preta e Fluminense se enfrentam nesta quarta-feira (9), às 20h (de Brasília), no estádio Moisés Lucarelli, em partida adiada válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor fecha o primeiro turno buscando encostar no G-6, enquanto a Macaca - que ainda tem mais um jogo adiado - pode dar um salto na tabela e fugir da zona do rebaixamento.

O jogo que deveria ser realizado no dia 30 de julho foi adiado por conta do acidente familiar sofrido pelo técnico Abel Braga, do Fluminense. O treinador tricolor perdeu o filho mais novo, de 19 anos, que caiu da janela do apartamento e faleceu.

Na história do Campeonato Brasileiro, Ponte Preta e Fluminense já se enfrentaram 22 vezes. O Tricolor leva vantagem com 11 vitórias contra apenas seis da Macaca, e cinco empates. A equipe carioca também fez mais gols (40 contra 32).

A última vitória do Fluminense contra a Ponte Preta no Moisés Lucarelli foi por 2 a 1, em 2012. Nos últimos dois jogos em Campinas foram duas derrotas, e uma delas foi justamente o último jogo entre as equipes, em novembro de 2016, por 1 a 0.

Com quatro desfalques, Ponte Preta terá duas estreias contra o Fluminense

Para fugir do risco da zona do rebaixamento, a Ponte Preta vai precisar superar os desfalques contra o Fluminense. O técnico Gilson Kleina não poderá contar com Rodrigo (suspenso), Renato Cajá (dores no joelho), Elton (incômodo no tornozelo) e Maranhão (força contratual).

Com tantos desfalques, o técnico Gilson Kleina vai fazer duas estreias na equipe da Ponte Preta: Jean Patrick e Luan Peres vão começar o jogo pela primeira vez. Além deles, Jadson e Léo Arthur são outras novidades na escalação.

Jean Patrick atuou apenas 16 minutos na derrota para o Grêmio, no Rio Grande do Sul, enquanto Luan Peres, único zagueiro de origem à disposição para substituir Rodrigo, só entrou no segundo tempo dos jogos contra Chapecoense e Santos. Com a entrada de Jadson, a Ponte Preta terá três volantes contra o Fluminense. Com isso, Lucca não vai precisar voltar para marcar, jogando mais próximo do gol.

Fluminense busca vitória contra Ponte Preta para fechar o turno na cola do G-6

Depois de vencer o Atlético-GO, o Fluminense visita a Ponte Preta e busca vencer para fechar o primeiro turno com a mesma pontuação do Sport, primeiro time dentro do G-6. Mas para isso, o técnico Abel Braga terá alguns desfalques: Calazans, que rompeu o ligamento cruzado do joelho, está fora da temporada, e o volante Marlon Freitas está suspenso. Por outro lado, Orejuela volta de suspensão.

Sem Marlon Freitas, suspenso, Abel Braga deve manter Gustavo Scarpa centralizado, como no jogo contra o Atlético-GO, e com Matheus Alessandro substituindo Calazans na ponta. Orejuela, que retorna de suspensão, completa o meio-campo ao lado de Wendel formando a dupla de volantes.


Share on Facebook