Fluminense não aproveita gol contra de Pará, defesa falha e Flamengo arranca empate

Tricolor completou seis jogos sem vitória no Brasileirão e se mantém próximo da zona do rebaixamento

Fluminense não aproveita gol contra de Pará, defesa falha e Flamengo arranca empate
Foto: Divulgação/Fluminense FC
Flamengo
1 1
Fluminense
Flamengo: Diego Alves; Rodinei (Guerrero, min. 13'/2ºT), Réver, Juan e Pará; Márcio Araújo (Trauco, min. 26'/2ºT), Rômulo (Willian Arão, min. 13'/2ºT) e Éverton Ribeiro; Berrío, Éverton e Lucas Paquetá. Técnico: Reinaldo Rueda.
Fluminense: Diego Cavalieri; Lucas, Gum (Nogueira, min. 41'/1ºT), Reginaldo e Marlon; Richard, Douglas e Sornoza; Gustavo Scarpa (Peu, min. 35'/2ºT), Marcos Junior (Romarinho, min. 17'/2ºT) e Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga.
Placar: 0-1, min. 8'/2ºT, Pará (contra). 1-1, min. 24'/2ºT, Réver.
INCIDENCIAS: 27ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017, jogo realizado no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Pela quarta vez no ano, o clássico entre Flamengo e Fluminense terminou empatado. Em jogo válido pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Tricolor saiu na frente com gol contra de Pará, mas cedeu o empate ao rubro-negro que balançou as redes com Réver.

O empate não foi bom resultado para a dupla Fla-Flu. O Flamengo, apesar de estar dentro do G-7, alcançou o terceiro jogo sem vitória. Já o Fluminense, chegou a seis jogos de jejum e continua próximo da zona do rebaixamento.

Foi o quarto empate em seis jogos entre a dupla Fla-Flu no ano. O Fluminense continua com o tabu diante do rival. Os dois voltam a se enfrentar no dia 25, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. O jogo de volta será no dia 1º de novembro.

Na próxima rodada, o Fluminense tem confronto direto contra o Avaí, no domingo (15), às 17h (de Brasília), no Maracanã. Já o Flamengo visita a Chapecoense na Arena Condá no mesmo dia e horário. 

Goleiros se destacam no primeiro tempo e evitam gols

O primeiro tempo no Maracanã foi de altos e baixos da dupla Fla-Flu. O Fluminense começou melhor e obrigando a Diego Alves fazer duas grandes defesas com menos de cinco minutos. A primeira delas foi em chute de longe de Gustavo Scarpa. Já a segunda, logo na sequência, foi em chute cruzado de Marcos Junior.

Aos poucos o Flamengo foi ganhando a posse de bola, mas teve dificuldade para transformar isso em oportunidades. A primeira só foi surgir aos 24 minutos em cabeceio de Réver que passou perto da meta do Fluminense. 

Depois dos 30 minutos o jogo foi de domínio rubro-negro. Em chute de fora da área aos 33, Éverton Ribeiro fez Diego Cavalieri fazer grande defesa para salvar o Flu. Dois minutos depois, Lucas Paquetá recebeu na área, mas foi abafado pelo goleiro tricolor. Na sequência, Réver aproveitou cruzamento e finalizou, mas Cavalieri tocou na bola antes dela acertar a trave.

Na reta final do primeiro tempo, a partida ficou morna, principalmente após a substituição de Gum, que sentiu a falta de ritmo de jogo. O Fluminense ainda teve uma última chance, com Henrique Dourado no último minuto aproveitando o cruzamento de Marlon, mas cabeceou errado e, mesmo assim, fez Diego Alves fazer uma defesa complicada.

Pará marca contra, mas Flamengo arranca empate com Réver

Assim como no primeiro tempo, a etapa final começou com o Fluminense criando oportunidades. Aos quatro minutos, Gustavo Scarpa tentou chute de longe mas mandou por cima. Pouco depois, aos oito, Henrique Dourado foi lançado na ponta esquerda e cruzou na direção de Scarpa na segunda trave, mas antes dele apareceu Pará que jogou contra o próprio patrimônio.

Após sofrer o gol, o técnico Reinaldo Rueda mudou urgentemente o time do Flamengo. Willian Arão e Guerrero entraram no jogo e por pouco o peruano não empatou o jogo logo no primeiro toque na bola, após receber o cruzamento da direita de Berrío.

Na frente, o Fluminense passou a se defender e o Flamengo começou a atacar. Através da bola aérea, um dos pontos fracos da defesa tricolor, o rubro-negro arrancou o empate. Éverton cobrou falta e Réver apareceu livre na pequena área para empatar o jogo.

Depois de empatar, Rueda colocou Trauco e tirou Márcio Araújo, buscando deixar o time mais ofensivo para tentar a virada. Porém, o Flamengo não conseguiu mais atacar com intensidade. O único lance de perigo foi aos 32 minutos quando Berrío foi lançado por Éverton Ribeiro, mas o colombiano chutou torto para fora.

Já o Fluminense, depois do gol contra do Pará, pouco fez no jogo e ainda levou o empate. Só voltou a atacar Diego Alves aos 38 minutos, mas o goleiro do Flamengo defendeu com tranquilidade. O jogo prosseguiu lá e cá, com as duas equipes tentando aproveitar o contra-ataque, mas ninguém conseguiu desempatar.