No Maracanã, Fluminense vence Ponte Preta e garante permanência na Série A

O Tricolor Carioca venceu a Macaca, no Maracanã, por 2 a 0; com o resultado, a equipe de Abel Braga se garante matematicamente na primeira divisão

No Maracanã, Fluminense vence Ponte Preta e garante permanência na Série A
FOTO LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
Fluminense
2 0
Ponte Preta
Fluminense: Diego Cavalieri, Lucas, Henrique, Renato Chaves e Marlon; Marlon Freitas, Douglas, Sornoza e Gustavo Scarpa; Marcos Junior e Henrique Dourado. Téc: Abel Braga
Ponte Preta: Aranha, Luan Perez, Yago, Nino Paraíba, Jeferson; Naldo, Wendel, Leo Arthur, Danilo; Lucca, Leo Gamalho. Téc: Eduardo Baptista

Na tarde desta segunda feira (20), o Fluminense recebeu a Ponte Preta no Maracanã. Feriado com chuva no Rio de Janeiro, a partida contou apenas um pouco mais de 19 mil tricolores. Público aquém do esperado para o que a partida representava. Isso porque, em um confronto direto, com a vitória, o Fluminense se salvava matematicamente do rebaixamento. E, foi isso que aconteceu. Os tricolores presentes no estádio puderam acompanhar de pertoa vitória da equipe de Abel Braga com gols de Dougas e Henrique Dourado

Em primeiro tempo fraco,  Naldo é expulso mas equipes não saem do zero 

Foi um primeiro tempo fraco tecnicamente. A Ponte Preta veio ao Rio de Janeiro com estratégia definida: se defender e aproveitar os contra ataques. O Flu, por sua vez, apresentou dificuldades em furar a boa marcação imposta pela equipe comandada por Eduardo Baptista. Foram poucas chances claras de gols.

Somente aos 21 minutos de jogo, o Flu levou perigo à meta defendida por Aranha. Após boa jogada de Henrique Dourado, Lucas invadiu a área de carrinho, mas, atrasado não conseguiu chegar à bola. A Macaca, respondeu no lance seguinte com boa cabeçada de Léo Gamalho que parou nas mãos de Diego Cavalieri. 

Cinco minutos depois, após duas entradas duras de Naldo em sequência, o árbitro sacou o cartão vermelho, expulsando o volante da equipe alvinegra. Com um jogador a menos, a Ponte Preta se fechou em seu campo defensivo ainda mais. Mas, o que era pra ser favorável, na teoria, ao Tricolor Carioca. Na prática, isso não funcionou. A equipe de Abel Braga seguiu com dificuldades de criar jogadas de perigo dando trabalho a Aranha somente em dois chutes de fora da área feitos por Sornoza. 

A apatia da equipe dentro de campo mesmo com a vantagem de jogadores, refletiu na arquibancada. Após o apito final, torcedores vaiaram e protestaram contra o presidente Pedro Abad, deixando o clima de um jogo decisivo ainda mais tendo.

Em segundo tempo movimentado, Flu garante vitória e permanência na Série A

No segundo tempo, a partida teve melhora significativa. O comandante tricolor optou pela entrada de Matheus Alessandro no lugar de Marlon Freitas, ganhando assim, superioridade numérica no ataque. Logo no primeiro minuto de jogo, após cruzamento de Gustavo Scarpa, Matheus Alessandro cabeceou firme, carimbando a trave da meta defendida por Aranha. Na sequência, o goleiro alvinegro trabalhou novamente após bom chute do camisa 10 tricolor.

A insistência tricolor deu resultado. Aos 13 minutos, após intenso bate e rebate na área alvinegra, a bola sobrou com Douglas, que finalizou com firmeza, colocando o Tricolor Carioca à frente do marcador. 

Após o gol, o Fluminense seguiu pressionando principalmente por meio de cruzamentos. Aos 26 minutos, Henrique Dourado recebeu dentro da área, driblou o marcador e chutou ao gol, mas, bem posicionado, Aranha realizou uma grande defesa. Na sequência da jogada, após escanteio, Marcos Jr tentou de fora da área, e, em cima da linha, Nino Paraíba salvou o que seria um golaço do atacante tricolor. 

A Ponte Preta seguiu com sua estratégia de jogar no contra ataque, mas, pouco levou perigo a Diego Cavalieri. O Flu, por sua vez, buscava seguir pressionando a equipe alvinegra. E, aos 44 minutos da etapa derradeira, Gustavo Scarpa, de fora da área, carimbou o travessão de Aranha. Na sobra, Henrique Dourado mandou a bola pro fundo das redes. Na comemoração, o atacante tricolor se mostrou visivelmente emocionado em realizar o gol que garantiu a equipe tricolor na elite do Campeonato Brasileiro em 2018 e igualou o número de gols convertidos com Jô, do Corinthians, que briga ao lado do tricolor pela artilharia da competição.

Com o resultado o Fluminense soma 46 pontos e escapa matematicamente de qualquer chance de rebaixamento. Na próxima rodada, o Flu encara, novamente em casa, o Sport. Já a Ponte Preta enfrenta, no Moisés Lucarelli, o Vitória, em uma partida decisiva na luta contra a Série B.