Retorno de Ronaldinho, ausências de Fred e despedida de Conca: o Fluminense na Florida Cup

Tricolor participará da Flórida Cup pela terceira vez na história e possui algumas lembranças marcantes no torneio

Retorno de Ronaldinho, ausências de Fred e despedida de Conca: o Fluminense na Florida Cup
Foto: Divulgação/Fluminense FC

Pela terceira vez na história, o Fluminense fará pré-temporada em Orlando, nos Estados Unidos, e participará da Flórida Cup. O Tricolor estreia na edição de 2018 na próxima sexta-feira (12), contra o PSV, da Holanda, às 22h (de Brasília). 

Entretanto, a Flórida Cup não traz muitas boas lembranças para os tricolores. São quatro jogos, três derrotas e um empate. Em 2015, foi derrotado pelo Bayer Leverkusen e Köln, ambos da Alemanha. No ano seguinte, empatou com o Shakhtar Donetsk e perdeu para o Inter, de Porto Alegre. 

Além do retrospecto negativo, nas vezes que fez a pré-temporada nos Estados Unidos, o ambiente do Fluminense foi bastante conturbado. Em 2015 e 2016, Fred viajou mas sequer entrou em campo pelo torneio, sendo substituído como 'garoto propaganda' nos eventos por Conca e Ronaldinho, respectivamente. Ainda em 2015, o meia argentino revelou uma proposta da China e se despediu do clube pela segunda vez, enquanto no ano seguinte, Ronaldinho tirou o foco da preparação. 

O Fluminense participará da Flórida Cup pela terceira vez. Você se recorda dos principais momentos do Flu no torneio? A VAVEL Brasil separou alguns momentos para você, torcedor tricolor, recordar. Confira abaixo:

Retorno de Ronaldinho

A união entre Fluminense e Ronaldinho Gaúcho pode não ter sido muito produtiva para nenhum dos lados. Ainda assim, o jogador voltou para disputar a Flórida Cup, em 2016, por uma cláusula no contrato. O jogador ficou 80 dias no Tricolor em 2015, de julho a setembro. Jogou pouco, não fez gol, não deu assistência e saiu sem deixar saudade depois de pedir a rescisão de contrato.

Mesmo após rescindir com o Flu, Ronaldinho participou da Flórida Cup 2016 (Foto: Divulgação/Fluminense FC)

Ausência de Fred

O Fluminense não contou com Fred em nenhuma das participações que fez na Flórida Cup quando o jogador estava no clube. Em todas elas, o camisa 9 foi poupado, passando por um trabalho especial de reforço muscular, na tentativa de começar a temporada em melhores condições físicas. Em 2016, sentiu-se incomodado também com a presença de Ronaldinho.

Fred foi ausência nas duas vezes em que viajou para disputar a Flórida Cup (Foto: Divulgação/Fluminense FC)

Magno Alves marca 'o gol mais velho'

Magno Alves é o autor do gol do jogador mais velho na história da Florida Cup. Com 38 anos na época, o jogador balançou as redes no empate por 1 a 1 contra o Shakhthar Donestk, em 2016. Foi a primeira vez que o Fluminense não foi derrotado na competição e o único ponto conquistado naquela edição. 

Magno Alves marcou o gol 'mais velho' da história da Flórida Cup (Foto: Divulgação/Fluminense FC)

Reencontro com Wellington Nem

Também em 2016, Wellington Nem quase acertou o retorno para o Fluminense por empréstimo. Entretanto, a negociação não deu certo pois o Shakhtar Donetsk pediram por Danielzinho em troca. Naquele ano, os clubes se enfrentaram e o jogo terminou empatado por 1 a 1, mas o placar chamou menos atenção do que o reencontro do Flu com o atacante campeão brasileiro em 2012. 

Wellington Nem em ação no reencontro com o Fluminense (Foto: Divulgação/Fluminense FC)

Cavalieri na NBA

Fã de basquete, Diego Cavalieri foi o escolhido nas duas participações do Fluminense na Flórida Cup para representar o clube nas disputas de arremessos livres no intervalo dos jogos do Orlando Magic, na NBA. O goleiro recebeu o presente das mãos de Arnon de Mello, diretor executivo da NBA Brasil. 

Diego Cavalieri no desafio de arremessos livres no intervalo da partida do Orlando Magic (Foto: NBA Brasil)

Despedida de Conca

Em janeiro de 2015, Conca fez a pré-temporada normalmente e participou da Flórida Cup, sendo o 'garoto propaganda' do Fluminense nos eventos do torneio. Porém, uma proposta astronômica da China tiraram o meia argentino do clube pela segunda vez. 

Na época, Conca considerou a proposta chinesa como 'irrecusável' e, mesmo com o Fluminense fazendo uma contraproposta, o meia considerou os valores muito longe da proposta do time chinês. O argentino recebia R$ 750 mil, três vezes menos do que ganharia na China. 

Conca se despediu do Fluminense após a Flórida Cup 2015 (Foto: Divulgação/Fluminense FC)