Análise VAVEL: o que esperar de Gilberto no Fluminense?

Lateral-direito foi contratado junto a Fiorentina-ITA e chega por empréstimo de uma temporada. Com status de titular, entra na vaga deixada por Lucas, que não teve seu direito de compra exercido e retornou ao Palmeiras

Análise VAVEL: o que esperar de Gilberto no Fluminense?
Análise VAVEL: o que esperar de Gilberto no Fluminense?

Gilberto foi oficialmente anunciado como reforço do Fluminense. O lateral-direito foi contratado junto a Fiorentina-ITA e chega por empréstimo de uma temporada. Com status de titular, entra na vaga deixada por Lucas, que não teve seu direito de compra exercido e retornou ao Palmeiras. E após passagens por Botafogo, Internacional e Vasco, a VAVEL Brasil analisou: o que esperar de Gilberto?

"Uma das principais razões que me fizeram escolher o clube é o Abel. É uma pessoa que tenho orgulho de ter trabalhado e estou feliz por mais essa oportunidade. A expectativa é muito positiva, acredito que o Fluminense vai montar um grupo competitivo e vamos brigar por todos os campeonatos porque é a característica do Fluminense: brigar por todos os títulos. Espero conquistar algo", disse Gilberto.

Pontos fortes de Gilberto

Hugo Alves, setorista do Vasco na VAVEL: "Quando em boa fase é um lateral explosivo com boa chegada ao ataque e boa recomposição defensiva. Jogadas de infiltração e de ultrapassagem também podem ser esperadas pelo jogador que não tem dificuldade alguma para chegar até a linha de fundo"

Lucas Raphael, setorista do Internacional na VAVEL: "A curta passagem de Gilberto pelo Internacional, em 2014, ficou marcada pela sua velocidade e boa presença ofensiva. O jogador de 21 anos, na época, não demorou a se adaptar no time. Abel Braga, treinador do time na época, apostou na sua titularidade. O único gol de Gilberto com a camisa vermelha foi marcado logo em sua estreia pelo Inter. Com ele na titularidade o Internacional foi Campeão Gaúcho em 2014"

Sergio Santana, setorista do Botafogo na VAVEL: "Gilberto possui certa qualidade com a bola nos pés, tem capacidade de driblar em curta distância e ser uma opção ofensiva muito ativa durante as campanhas de ataque. Além disso, consegue, apesar de algumas deficiências, ser um atleta muito ativo nos jogos, já que sempre volta para marcar, participando de fases ofensivas e defensivas"

Pontos fracos de Gilberto

Hugo Alves, setorista do Vasco na VAVEL: "Por ser um jogador extremamente físico, seu futebol está diretamente ligado ao seu condicionamento. Quando não está 100% acaba por ser um jogador que atrapalha o time e não consegue suprir suas próprias subidas ao ataque. Cruzamentos também não fazem parte dos melhores atributos do jogador"

Lucas Raphael, setorista do Internacional na VAVEL:: "Por conta de estar sempre apoiando o time no ataque, Gilberto acabava deixando alguns espaços na defesa e o time adversário conseguia perceber isso. Gilberto só perdeu a titularidade após sofrer com uma lesão. Na volta não conseguiu se firmar e alternou na posição com Wellington Silva"

Sergio Santana, setorista do Botafogo na VAVEL: "Apesar do auxílio ofensivo, os cruzamentos e passes de Gilberto não são dos melhores, e, por isso, muitas jogadas com possibilidades reais de gol acabam sendo desperdiçadas. Além disso, apesar de ser muito participativo, deixa espaços na defesa em alguns lances, debilitando todo o sistema de marcação"

Gilberto em ação pelo Vasco (Foto: Divulgação/Vasco)
Gilberto em ação pelo Vasco (Foto: Divulgação/Vasco)

Qual a impressão que deixou?

Hugo Alves, setorista do Vasco na VAVEL: "Por estar vindo da Fiorentina criou-se até uma certa expectativa, mas não vingou. Foi muito instável no período que atuou com a camisa do Vasco e perdeu a posição para o também lateral Madson por diversas vezes, ambos com muita irregularidade"

Lucas Raphael, setorista do Internacional na VAVEL: "A lateral-direita do Inter é quase sempre um problema, mas Gilberto conseguiu deixar uma boa impressão por seu apoio no ataque. As atuações dele pelo Inter o levaram para a Seleção Brasileira Sub-21. Esperava-se um pouco mais após o retorno de lesão"

Sergio Santana, setorista do Botafogo na VAVEL: "Após o seu empréstimo ao Internacional, Gilberto retornou para ser o dono da lateral direta do Botafogo em 2015, quando foi um dos jogadores mais importantes da equipe, chamando a atenção da Fiorentina. Criado na base do Alvinegro, foi um dos melhores da posição do clube na década"

O que esperar no Fluminense?

Hugo Alves, setorista do Vasco na VAVEL: "Gilberto tem melhores condições de suprir a carência da lateral defensiva do tricolor do que Lucas, antigo dono da posição, por ser um atleta mais explosivo e com mais velocidade. Pode-se esperar um lateral com disposição, mas nem sempre entregando o melhor futebol"

Lucas Raphael, setorista do Internacional na VAVEL: "Gilberto pode se dar bem no Fluminense, já que tem a confiança de Abel Braga. O treinador já apostou no atleta quando era mais jovem. Agora mais maduro pode cumprir todas as funções da posição sem deixar os espaços na defesa, desde que não sofra com lesões"

Sergio Santana, setorista do Botafogo na VAVEL: "Depois da passagem no Vasco, onde terminou em baixa, a tendência é a de que Gilberto seja muito útil ao Tricolor. Abel Braga, que gosta de laterais participativos, pode esperar uma grande disposição de Gilberto, que, se conseguir trabalhar sua parte defensiva, será um dos grandes nomes da posição"

Gilberto foi titular na lateral-direita do Vasco (Foto: Divulgação/Vasco)
Gilberto foi titular na lateral-direita do Vasco (Foto: Divulgação/Vasco)