Há vida sem Scarpa: as opções de Abel Braga para remontar o ataque do Fluminense

Contando com a possível saída de Scarpa, alguns nomes despontam como candidatos para ocupar a vaga deixada pelo jogador na equipe titular: o volante Jadson, o meia Luquinhas e os atacantes Matheus Alessandro e Robinho

Há vida sem Scarpa: as opções de Abel Braga para remontar o ataque do Fluminense
Líder de assistências do Fluminense, Scarpa dificilmente continuará no Fluminense (Foto: Getty Images)

Líder de assistências do Fluminense na temporada e o segundo melhor no quesito no Brasileirão. A qualidade de Gustavo Scarpa é inegável e sua importância técnica também. Mas, com processo judicial em análise e a chance de rescisão, é preciso planejar o futuro sem o camisa 10: há vida sem o jogador? As opções que Abel Braga têm em mãos mostram que é possível pensar em algo novo - como o próprio treinador deseja.

"O Fluminense vai ser diferente em tudo. Vamos mudar completamente a maneira de jogar do clube. Alguns jogadores com características para haver essa mudança na maneira de jogar, se adaptam bem e outros jogadores pretendemos trazer para justamente completar o grupo com essas características daquilo que nós queremos pro próximo ano", disse Abel.

Contando com a possível saída de Scarpa, alguns nomes despontam como candidatos para ocupar a vaga deixada pelo jogador na equipe titular: o volante Jadson, o meia Luquinhas e os atacantes Matheus Alessandro e Robinho. Sabendo disso, a VAVEL Brasil analisou o que cada um pode agregar para Abel Braga em seu novo planejamento.

Jadson

Após as saídas de Wendel, vendido ao Sporting-POR, e Jefferson Orejuela, emprestado a LDU, a chance pode aparecer para o recém-contratado Jadson. Atuando como um terceiro homem de meio-campo pela direita, viveu sua melhor fase no Botafogo e também se destacou no Atlético-PR. É uma boa opção para dar equilíbrio ao setor. Abel Braga tentou montar o esquema com três volantes durante alguns momentos da temporada passada, mas todos sob pressão e recheado de desfalques. Com novas peças e tempo para montar seu planejamento, pode ser que Jadson conquiste a titularidade no lugar de Scarpa, atuando como terceiro volante.

Jadson foi apresentado no Fluminense (Foto: Divulgação/Fluminense)
Jadson foi apresentado no Fluminense (Foto: Divulgação/Fluminense)

Luquinhas

Teoricamente, seria a primeira opção. Com a provável saída de Scarpa, a dispensa de Robert e o empréstimo de Danielzinho, Luquinhas se tornou o único meia de criação restante no elenco e não traria tantas mudanças táticas ao 4-2-3-1 de Abel Braga. Poderia atuar ao lado de Sornoza, sendo o suporte na criação de jogadas, assim como Scarpa. Pesa contra o jogador as lesões sofridas durante a temporada passada e ainda não estar totalmente adaptado ao ritmo do futebol brasileiro. O jogador não disputará a Florida Cup e não mostrará serviço mais uma vez.

Lquinhas veio do Samorín e ainda não deslanchou (Foto: Divulgação/Fluminense)
Luquinhas veio do Samorín e ainda não deslanchou (Foto: Divulgação/Fluminense)

Robinho

Entre os jogadores de frente, talvez Robinho seja o que mais tenha que se adaptar para fazer a função de Scarpa dentro de campo. No entanto, o originalmente atacante de lado já atuou pelo meio em algumas oportunidades pelo Figueirense, na Série B. É uma opção para manter o esquema no 4-1-4-1, tendo alguém com menos criatividade, mas com mais velocidade e drible. A responsabilidade da criação cairia sobre Sornoza, mas abriria mais uma opção de passe e velocidade com Marcos Junior e Robinho caindo pelos lados.

Robinho foi contratado para ser o substituto de Richarlison (Foto: Divulgação/Fluminense)
Robinho foi contratado para ser o substituto de Richarlison (Foto: Divulgação/Fluminense)

Matheus Alessandro

Atacante de velocidade, Matheus Alessandro surge como boa opção como arma para os contra-ataques e dribles para abrir a defesa adversária. Também faria o esquema mudar, saindo do 4-1-4-1 e voltando para o 4-2-3-1, mas entraria para fazer função parecida com a de Richarlison durante boa parte da temporada 2017 - quando formou o trio de ataque ao lado de Wellington e Dourado. Outro que, caso não tivesse que passar por nova cirurgia, despontaria como candidato ao time titular é o atacante Marcos Calazans, fazendo funções parecidas com a de Matheus Alessandro.

Matheus Alessandro terminou a temporada 2017 em alta (Foto: Divulgação/Fluminense)
Matheus Alessandro terminou a temporada 2017 em alta (Foto: Divulgação/Fluminense)