Hora de improvisar: Fluminense não terá meias de origem disponíveis para próxima rodada

Sornoza foi expulso, Luquinhas está lesionado, Scarpa rescindiu contrato e Danielzinho está emprestado; Abel terá de improvisar no setor contra o Madureira, na próxima rodada

Hora de improvisar: Fluminense não terá meias de origem disponíveis para próxima rodada
Sornoza cumprirá suspensão automática contra Madureira (Foto: Mailson Santana/Fluminense FC)

O Fluminense acumula uma série de problemas na temporada. Na Taça Guanabara, o empate sem gols contra a Portuguesa-RJ fez o Tricolor permanecer na lanterna de seu grupo e ficar com chances remotas de classificação à semifinal. E contra o Madureira, na próxima rodada, Abel Braga terá um grande problema logo quando precisa desesperadamente da vitória: o treinador não terá nenhum meia de origem disponível no elenco. Ou seja, terá que improvisar.

Principal jogador do setor, Junior Sornoza foi expulso e cumprirá suspensão automática. Luquinhas sofreu uma lesão muscular na panturrilha e também será desfalque. Gustavo Scarpa rescindiu contrato com o clube e assinou com o Palmeiras. Danielzinho foi emprestado ao Botafogo-SP. Com isso, não há meias disponíveis no elenco profissional.

Precisando improvisar, três nomes aparecem como possíveis candidatos para improvisações: Jadson, Caio e Marcos Junior. Os dois primeiros, inclusive, foram elogiados pelo técnico Abel Braga. "Jadson é um jogador de chegada e está jogando de primeiro volante. Não temos Richard, nem Airton. Caio entrou muito bem, deu uma chegada mais na área. São coisas pra gente consertar", declarou o técnico.

Caio desponta como favorito. Volante de origem, foi adiantado contra o Boavista e marcou gol. Na ocasião, o Tricolor viveu a mesma situação de não contar com meias de origem à disposição. O Fluminense disputava a Flórida Cup e enviou 10 jogadores antecipadamente ao Rio de Janeiro, mas o atraso no voo fez com que atletas do sub-20 completassem o elenco. Caio chamou atenção de Abel. 

Jadson e Marcos Junior são questões de posicionamento. O volante costuma jogar mais avançado, mas não como meia. Abel já declarou que gostaria de vê-lo jogando mais à frente, então pode ganhar a chance. Já o atacante atuou mais recuado e centralizado em 2015, sob comando de Enderson Moreira durante boa parte do Campeonato Brasileiro. Também pode ser uma opção.

Marcos Junior já atuou como meia em 2015 (Foto:  Lucas Merçon/Fluminense FC)
Marcos Junior já atuou como meia em 2015 (Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC)