Análise: Flu vence primeira e segue vivo no estadual, mas atuação coletiva ainda aponta falhas

Tricolor venceu o Madureira, deixou a lanterna do Grupo C e continua com chances de classificação para semifinal da Taça Guanabara, mas desempenho foi ruim

Análise: Flu vence primeira e segue vivo no estadual, mas atuação coletiva ainda aponta falhas
Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

O Fluminense, enfim, venceu a primeira no ano após seis jogos. O Tricolor bateu o Madureira por 2 a 1, com gols de Marcos Júnior e Pedro, em Los Larios, pela 4ª rodada da Taça Guanabara. Porém, apesar da vitória, o desempenho coletivo da equipe de Abel Braga ainda aponta falhas e deixa a desejar. 

Abel Braga, mesmo sem peças para jogar no 3-5-2, segue apostando no esquema. O Fluminense mostrou a mesma dificuldade dos outros jogos na saída de bola e, numa dessas, Gilberto perdeu a bola e originou o escanteio em que saiu o gol de empate do Madureira e não acompanhou William, autor do gol, dentro da área.

Com a dificuldades na saída de bola, o Fluminense apostou em alguns lançamentos para os laterais. As melhores delas foram pela esquerda com Ayrton Lucas. Numa delas, ele foi à linha de fundo e cruzou na segunda trave para Marcos Júnior abrir o placar. 

O Fluminense só conseguia gerar boas jogadas quando Robinho ou Jadson ficavam com a posse nos pés, os únicos capazes de colocar a bola no chão, sendo os mais lúcidos da equipe. O atacante deu a assistência para o gol de Pedro, porém, para o azar de Abel Braga, o teve que sair no intervalo por uma torção no pé, deixando a equipe órfã de criação no segundo tempo.