Fluminense emite nota sobre caso Diego Souza e cobra R$ 5 milhões do Sport por venda ao São Paulo

Tricolor cobra 50% do valor referentes a venda do jogador ao clube paulista

Fluminense emite nota sobre caso Diego Souza e cobra R$ 5 milhões do Sport por venda ao São Paulo
Foto: Divulgação/Sport Recife

O Fluminense emitiu uma nota nesta terça-feira (30) esclarecendo a situação sobre o caso Diego Souza. O Tricolor cobra R$ 5 milhões do clube pernambucano, referentes a venda do jogador ao São Paulo por R$ 10 milhões no início deste ano. 

Em 2016, o Fluminense negociou Diego Souza com Sport e ficou acordado que teria direito a 50% dos direitos econômicos em uma futura venda. Nesta terça, o jornal "O Dia" publicou uma matéria afirmando que o Tricolor corria risco de ficar apenas com R$ 1 milhão, em razão de um suposto acordo antes da negociação do jogador com o clube paulista. 

"O Fluminense é detentor dos 50% dos direitos econômicos do meia Diego Souza e já notificou o Sport de que só aceita receber o valor que lhe é de direito da negociação do jogador com o São Paulo. O Tricolor nunca abriu mão de percentual algum do atleta e fará valer o que está no contrato firmado em março de 2016, quando Diego Souza acertou a volta a Recife. Sobre o que foi veiculado na manhã desta terça-feira, o pagamento de R$ 1 milhão foi sugerido antes do início desta negociação. O contrato é claro e estabelece formalidades que foram ignoradas pelo clube pernambucano", disse a nota. 

Antes do Sport abrir negociação com o São Paulo, o staff de Diego Souza procurou o Fluminense para saber qual o valor mínimo que o clube aceitaria ser compensado caso não conseguisse negociar por um valor suficiente para cobrir a multa rescisória, estipulada em R$ 3,2 milhões. Sendo assim, o Flu definiu o valor em R$ 1 milhão. O Tricolor acredita que, mesmo com o acordo, seguiria tendo direito ao valor de 50% da venda.