Leo Condé vê justiça em empate do Goiás contra Vila Nova: "O jogo se alternou muito"

Treinador esmeraldino também lembrou de um possível pênalti sofrido por Rossi

Leo Condé vê justiça em empate do Goiás contra Vila Nova: "O jogo se alternou muito"

O empate contra o Vila Nova no Serra Dourada na tarde deste sábado (25) não alterou a posição do Goiás na tabela de classificação da Série B do Campeonato Brasileiro 2016. O Esmeraldino segue na 15ª colocação, com 13 pontos. O técnico Leo Condé considerou o resultado justo, lembrando que tem pouco tempo para treinar a equipe. Porém, já deixou claro que quer um time mais incisivo ao longo das partidas.

"O Goiás oscilou muito dentro da partida. O Jefferson Feijão pela direita, o Roger pela esquerda e o Fabinho movimentando trouxeram muitas dificuldades para nós. Só conseguimos ajustar depois da parada. Claro que temos pouco tempo para treinar. Preciso de uma semana aberta para fazer alguns ajustes. Mas quero o Goiás jogando com mais argumento e imposição durante os jogos.", analisou. 

O treinador também comentou sobre a arbitragem, citando um possível pênalti sofrido pelo atacante Rossi. Porém, não aprofundou na questão, deixando a análise sobre erros ou não para a diretoria. "Essa parte de arbitragem a gente deixa para a direção analisar, mas com certeza era um lance que poderia ter saído um gol. Também acho que houve um pênalti no Rossi. São lances decisivos. Mas no todo, o resultado foi justo. O jogo se alternou muito durante os 90 minutos.", disse Condé.

Já há três partidas invicta, a equipe alviverde do Cerrado volta a jogar na terça-feira (28), às 21h30, contra o Paysandu, no estádio Serra Dourada, em Goiânia/GO, pela 13ª rodada da competição. Se vencer, o time pode chegar a 11ª colocação, se afastando um pouco mais da zona de rebaixamento.