CRB busca manutenção no G-4 diante do motivado Goiás

Regatianos tentam melhorar números em casa e manter permanência no grupo de acesso à elite; Esmeraldinos tentam se distanciar da zona de rebaixamento

CRB busca manutenção no G-4 diante do motivado Goiás
(Foto: Divulgação/CRB)
CRB
Goiás
CRB: Juliano; Jonathan Bocão, Adalberto, Diego Jussani e Diego Corrêa; Olívio, Somália e Gérson Magrão; Luidy, Welinton Júnior e Zé Carlos. Técnico: Mazola Júnior.
Goiás: Renan; Johnatan, Wesley Matos, Anderson Sales e Juninho; Willian (Wendel), David, Léo Sena e Léo Lima; Carlos Eduardo e Cassiano. Técnico: Léo Condé.
ÁRBITRO: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE), auxiliado por Daniel Vidal Pimentel (SE) e Rodrigo Guimarães Pereira (SE)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2016. Jogo a ser realizado no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL, às 21 horas deste sábado (02)

Equipes em situações opostas. Talvez, antes da bola rolar, a situação fosse exatamente essa, mas na ordem inversa. Rebaixado na Série A do ano passado, o Goiás foi apontado como um clube para fazer boa campanha e lutar pelo retorno à elite do futebol nacional. Do outro lado, acreditavam que o CRB teria dificuldades na disputa do torneio.

Entretanto, com um terço do Campeonato Brasileiro da Série B disputado, a situação é inversa. Os alagoanos ocupam a quarta colocação, com 22 pontos, enquanto os goianos estão no 16º lugar, com 14 pontos. Com esse panorama, as equipes medem forças às 21 horas deste sábado (02), no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL, pela 14ª rodada.

CRB tenta melhorar desempenho como mandante

Dos 22 pontos conquistados pelo CRB até o momento, 12 foram fora de casa. O panorama é completamente diferente das edições anteriores. As quatro vitórias fora de casa resultaram no melhor desempenho do Galo longe de seus domínios. Mas se os números como mandante fossem iguais, a situação da equipe alagoana estaria ainda melhor. Nos últimos dois jogos disputados em casa, um ponto somado.

Para manter o bom início e a sequência dentro do G-4, o time comandado por Mazola Júnior não será o mesmo que derrotou o Joinville por 3 a 1 na última rodada. O zagueiro Flávio Boaventura e o volante Matheus Galdezani receberam o terceiro cartão amarelo e cumprem suspensão automática. Além disso, o próprio treinador foi expulso e não vai comandar a equipe no banco de reservas. Assim, o auxiliar João Brigatti deve estar na área técnica, enquanto Diego Jussani pode ser escalado na defesa, e Somália, na marcação.

O atacante Welinton Júnior comentou sobre o bom momento que vive no clube alvirrubro e espera que os resultados continuem, ainda mais com a entrada de Zé Carlos para reforçar o elenco. O jogador acredita que ainda é cedo para falar em acesso, mas destaca que a busca por placares positivos é importante para manter a esperança de voltar a disputar a Série A do Campeonato Brasileiro depois de muito tempo.

"Fora de casa, a gente tem estudado muito os nossos adversários e tem conseguido conquistar os resultados positivos. Já dentro de casa, os outros times vêm jogar por uma bola, muito fechados, e isso acaba atrapalhando a nossa forma de jogar. Mas vamos aproveitar esses dias antes da partida contra o Goiás para conseguir mais um resultado positivo. Ainda é cedo para a gente falar em acesso, está no começo da competição, tem muitos jogos, estamos com o pensamento em seguir jogo a jogo para que a gente possa conseguir esse acesso. Estamos mostrando dentro de campo, deixamos a desejar em casa, mas conseguimos pontos fora. Isso é importante e estamos com um grupo qualificado para chegar à Série A", falou o atacante.

Com dúvida no meio-campo, Goiás tenta surpreender

O Goiás finalizou a preparação para o duelo contra o CRB na manhã desta sexta-feira (1º), em Goiânia, e embarcou para Maceió em seguida. O técnico Léo Condé tem apenas uma dúvida para definir o time que busca o afastamento da zona da degola. Nos dois últimos treinamentos, Léo Lima e Cassiano foram escalados na formação inicial, mas o comandante tem o retorno de David, que cumpriu suspensão automática na rodada anterior. Caso David seja escalado, Willian e Wendel brigam por uma vaga. Rossi está fora para cumprir suspensão automática.

O treinador esmeraldino mostrou preocupação com o jogo aéreo e focou boa parte das últimas atividades no trabalho tático e nas bolas paradas. Para sair da parte de baixo da tabela de classificação - 16º lugar, com 14 pontos ganhos, o time tem a dura missão de bater os regatianos dentro de casa e brecar a boa sequência de resultados que deixa a equipe alagoana no G-4.

O atacante Jhonatan comentou o bom momento vivido pelo Goiás. Nas últimas quatro partidas, foram conquistadas duas vitórias e dois empates, mas o desastroso início no Campeonato Brasileiro da Série B mostra que muita coisa ainda precisa ser feita para o clube ficar na parte de cima da tabela.

"Creio que vai ter casa cheia. Como estão no G-4, aí que vão apoiar. Temos de suportar. Vamos em busca da vitória. Temos de transferir a responsabilidade para eles. Vão correr atrás. Mas vamos fazer um bom jogo, independente da torcida. A gente vai em busca da vitória. O professor Léo Condé não está tendo muito tempo para trabalhar isso. Como a gente vinha de uma sequência ruim, ele preferiu arrumar primeiro a defesa. A gente estava tomando muitos gols. Agora tivemos a volta do Léo Lima. Daniel Carvalho e Cléo estão voltando. Eles podem ajudar ali na frente", disse o atleta.