Goiás demite Léo Condé e justifica escolha pelos resultados negativos e atuações abaixo

Treinador não resistiu às atuações ruins e, depois de 15 jogos, deixa o comando da equipe goiana

Goiás demite Léo Condé e justifica escolha pelos resultados negativos e atuações abaixo
Goiás demite Léo Condé e justifica escolha pelos resultados negativos e atuações abaixo

Nem o título do Campeonato Goiano foi suficiente para segurar o cargo do técnico Léo Condé após muitas atuações abaixo do esperado na Série B do Brasileirão. O clube anunciou a saída do treinador no final da manhã deste sábado (3).

Léo Condé assumiu o Goiás no dia 09/06. De lá para cá, comandou o Esmeraldino em 15 jogos, com cinco vitórias, seis empates e quatro derrotas, um aproveitamento de 46,6%. Muito diferente da campanha do começo do ano, quando o clube se sagrou campeão goiano, ainda sob o comando de Enderson Moreira. A gota d'água foi na última sexta (2), quando o time perdeu fora de casa para o Brasil de Pelotas por 2 a 1. 

O Clube se pronunciou, dizendo que as derrotas não foram os pilares da demissão: "Tomamos a decisão ontem (sexta-feira) à noite depois de conversa com o Osmar e com o Hailé Pinheiro (presidente do Conselho Deliberativo). Não só pelo resultado, mas pelas nossas atuações, até mesmo nas vitórias. Tivemos um recesso, mas não houve ganho técnico nem tático. Acho que havia insegurança no esquema tático e nas escalações."

Em nota, Condé disse que, embora tenha ficado pouco tempo, se sentia muito honrado em ter comandado a equipe, : "Hoje se encerrou minha passagem pelo Goiás, depois de uma conversa com a diretoria após o jogo contra o Brasil de Pelotas. Gostaria de expressar minha sincera gratidão pela oportunidade recebida de trabalhar em uma instituição como o Goiás Esporte Clube. Um clube estruturado e que sempre merecerá brigar por grandes coisas. Me senti honrado pela confiança que a diretoria depositou ao me conceder essa chance e acredito que foi uma experiência positiva."

Após a saída de Condé, o Esmeraldino espera anunciar o nome do novo técnico até a próxima segunda-feira (5). Porém, de acordo com o presidente Sérgio Rassi, o anúncio pode ser feito ainda neste sábado. Segundo o dirigente o time trabalha com seis nomes para substituir Condé, mas agora já tem três nomes favoritos. O Goiás volta a campo no próximo sábado (10), no Serra Dourada, contra o Ceará, e Rassi diz que o time já será comandado pelo novo treinador.