Na estreia de Kleina, Goiás bate Ceará com um gol em cada tempo e se afasta do Z4

Esmeraldino conseguiu ser mais eficiente do que o adversário e garantiu vitória depois de ficar com um a mais; Vovô pode ficar distante do G4

Na estreia de Kleina, Goiás bate Ceará com um gol em cada tempo e se afasta do Z4
Foto: Reprodução / Goiás
Goiás
2 0
Ceará
Goiás: Márcio; Ednei, Felipe Macedo, Alex Alves, Juninho; Adriano, Patrick, Léo Sena; Rossi (Carlos Eduardo 72'), Walter (Daniel Carvalho 63'), Marcão (Léo Gamalho 67').
Ceará: Éverson (Lauro 49'); Tiago Cametá, Valdo, Charles, Sanchez (Buiu 45'); Richardson, Diego Felipe, Ricardinho, Felipe; Rafael Costa (Felipe Menezes 75'), Wescley.
Placar: 1-0, min. 38, Marcão.
ÁRBITRO: Marcelo Aparecido de Souza (SP). Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP). Amarelos: Marcão 28', RIcardinho 45+3', Ricardinho 50', Juninho 52', Léo Sena 59', Rossi 64', Richardson 70'. Vermelhos: Ricardinho 50'
INCIDENCIAS: partida válida pela 24ª rodada da série b do campeonato brasileiro 2016, realizado no serra dourada, em goiânia, goiás.

Quase sempre no futebol o que prevalece é a eficiência, e não os maiores perigos de gols. E foi assim o jogo entre Goiás e Ceará, realizado no Serra Dourada, pela 24ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2016, na noite deste sábado (10). Marcão na primeira etapa e Léo Gamalho na segunda asseguraram a vitória para os donos da casa por 2 a 0.

A vitória livra o Goiás ainda mais da zona do rebaixamento, indo agora para a 14ª posição com 30 pontos ganhos. O Ceará, por sua vez, permanece na quinta posição com 38 pontos, mas pode ver a distância para o G4 aumentar, caso o CRB vença seu jogo. 

Na próxima terça-feira (13), o Ceará recebe o Sampaio Corrêa às 21h30, no Castelão, enquanto que o Goiásirá receber o Vasco no mesmo dia e horário, pela 25ª rodada.

Goiás é mais eficiente na primeira etapa e abre o placar

O início do jogo foi marcado por muito estudo e pouca ação. As duas equipes trocavam passes quando podiam e tinham a bola, sem ainda agredir o adversário de maneira a tentar um gol. As melhores chances nos 10 primeiros minutos aconteceram de bolas longas, mas que o goleiro sempre chegou primeiro que o atacante. Aos 11 minutos, o Ceará conseguiu um escanteio e, na cobrança, Rafael Costa acabou tocando na bola antes dela sair novamente, próximo da trave, mas acabou indo para fora. 

Com 17 minutos marcados no relógio, o Goiás quase conseguiu abrir o placar. Depois de levantamento para a área em cobrança longa de falta, a bola acabou sobrando no pé de Marcão, que arrematou, mas para defesa de Éverson. Três minutos depois, Rossi aproveitou bola em seus pés e virou um voleio, mas a redonda acabou indo para fora. 

Tendo marcado 30 minutos de jogo, um bate-rebate aconteceu na entrada da área do Ceará e o esférico acabou sobrando nos pés de Walter que arriscou de primeira, mas Éverson fez nova defesa sem dar rebote para o adversário que vinha se aproximando. A melhor chance alvinegra até os 40 foi com Diego Felipe, que arriscou de fora da área, mas saiu sem perigo. 

Aos 38 minutos, Marcão conseguiu abrir o placar pros donos da casa, quando Walter achou a bola pela direita e bateu cruzado. Éverson estaria chegando na redonda, mas Marcão chegou primeiro e se joga para desviar pro fundo das redes. Nos acréscimos, o Goiás quase chegou ao segundo gol, quando a bola sobrou para Léo Sena, mas errou o alvo, acertando o adversário. 

Ricardinho é expulso e Goiás amplia vantagem para assegurar os três pontos

O Ceará voltou para a segunda etapa com urgência no empate, saindo mais para o jogo, buscando cada vez mais criar jogadas ofensivas. Ricardinho recebeu logo aos dois minutos sozinho pela esquerda e optou pelo cruzamento rasteiro, mas ninguém se apresentou, atravessando a área e indo parar na lateral. No minuto seguinte, Felipe recebeu pela esquerda e tentou toque pro meio da área, mas Rafael Costa não conseguiu desviar pro gol. 

Com 10 minutos, Rafael Costa recebe o passe longo, domina com o peito, mas a bola vai muito para frente, ficando mais confortável para Márcio ficar com ela. Dois minutos depois, o Ceará conseguiu trocar passes rápidos em frente à área e Rafael Costa achou Diego Felipe do outro lado, mas ele errou a cabeçada, mandando para fora. 

Aos 18 minutos, Edinei tentou arriscar de fora da área, visto que tinha espaço, e mandou, mas Lauro espalmou. Com 25 minutos, Léo Gamalho aproveita cruzamento na área e faz o segundo do Goiás, ampliando a vantagem. As equipes ainda continuaram buscando encontrar algum outro gol, mas o Esmeraldino conseguiu segurar a bola, evitando que o Ceará buscasse algo mais.