Em vitória suada, Grêmio bate Flamengo pelo placar mínimo com gol do zagueiro Fred

Na tarde deste domingo (22), gaúchos e cariocas se enfrentaram visando ganhar confiança após eliminações e somar pontos para lutar pela parte de cima da tabela

Em vitória suada, Grêmio bate Flamengo pelo placar mínimo com gol do zagueiro Fred
Foto: Lucas Uebel/Grêmio
GRÊMIO
1 0
FLAMENGO
GRÊMIO: Grohe; Edílson, Geromel, Fred e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Giuliano (Pedro Rocha), Luan e Bolaños (Douglas); Bobô (Everton).
FLAMENGO: Paulo Victor, Rodinei, Léo Duarte, Juan e Jorge; Márcio Araújo, Cuéllar (Willian Arão), Alan Patrick e Everton (Ederson); Gabriel (Marcelo Cirino) e Guerrero.
Placar: 1-0, Fred (8min/2ºT).
INCIDENCIAS: Cartões amarelos: Luan, Fred, Maicon (G); Guerrero, Everton (F).

Na Arena do Grêmio, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, o tricolor gaúcho recebeu o rubro-negro carioca e garantiu a vitória por 1 a 0, com gol de cabeça do defensor Fred, na etapa final. O triunfo gremista fez a torcida do Grêmio readquirir ânimo; por outro lado, afunda o adversário na crise.

Com o resultado, o Grêmio soma quatro pontos e é dono da sétima colocação. O próximo compromisso é na quinta-feira (26), quando vai até Belo Horizonte enfrentar o Atlético-MG, às 21h, no Independência. Por sua vez, o Flamengo ocupa a décima segunda colocação e receberá quarta-feira (25), às 21h, a Chapecoense, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. 

Primeiro tempo fraco e de poucas chances

O Grêmio iniciou a partida desligado e cedeu espaço para o Flamengo durante grande parte dos 45 minutos. Logo aos 3 minutos, Alan Patrick teve a chance de marcar em cobrança de falta, na frente da área gremista. Entretanto, o meia flamenguista chutou mal, e a bola parou na barreira. O estreante do Grêmio, lateral Edilson, que foi um dos destaques do jogo, respondeu aos 8 minutos, lançando Bolaños na cara do gol. Porém, o equatoriano tocou em cima do goleiro flamenguista Paulo Victor, perdendo chance preciosa de abrir o placar. 

Com forte marcação em ambos os lados, os times não conseguiam chegar na pequena área e finalizar. Outra boa chance só veio a aparecer aos 17 minutos; após bonita tabela do plantel gremista, Giuliano recebeu na área, girou, mas não conseguiu bater corretamente. A resposta do Flamengo foi imediata com Everton, que levantou a bola no primeiro pau, e contou com o desvio de cabeça de Gabriel, obrigando Grohe a fazer difícil defesa. 

Aos 27, Cuellar chutou com direção exata para o gol, mas Fred colocou o corpo na frente e desviou. Em seguida, aos 33, Geromel tabelou com Giuliano, e o meia chutou bem longe do objetivo. Na sequência, Guerrero recebeu bola alta na área, o centroavante subiu sozinho e cabeceou por cima da meta, desperdiçando o que seria a chance mais clara de gol na primeira etapa.  

Na marca dos 36 minutos, Bobô recebeu passe de Bolaños, e de carrinho, mandou para fora. Aos 41, em chute pouco provável, Edílson surpreendeu à todos, e a bola por pouco não estufou a rede. 

Grêmio faz blitz no início, consegue o gol e segura vitória suada

O Grêmio voltou mais enérgico para a etapa final, com a entrada de Everton no lugar de Bobô. Logo aos 3 minutos, Luan ficou na cara do gol, com passe de Giuliano. O atacante bateu à queima-roupa, porém, bem posicionado, Paulo Victor não teve dificuldades. 

Aos 8 minutos, finalmente o placar fez justiça as chances. Em cobrança de escanteio, Léo Duarte não conseguiu acompanhar Fred, e o zagueiro gremista saltou livre e cabeceou no canto direito, sem chance para o goleiro do Flamengo, que só acompanhou a bola estufar sua rede e decretar vitória gremista. 

O Flamengo teve chances com Gabriel, aos 15 minutos, mas este bateu em cima dos defensores do Grêmio. Aos 33 minutos, o Grêmio poderia ter ampliando o placar com Luan, que recebeu bola livre de Bolaños, na frente da pequena área, mas chutou bem longe das traves. 

Roger promoveu a entrada de Douglas no lugar de Bolaños, e Pedro Rocha na função de Giuliano, e o meia, camisa 10, aos 42 minutos fez a jogada que poderia ampliar o placar. O experiente Douglas deixou Pedro Rocha livre, mas o jovem driblou o goleiro e com gol aberto chutou na trave. Na mesma moeda, Alan Patrick conseguiu desviar na área e a bola não entrou após encostar na trave esquerda gremista.