Grêmio e Cruzeiro medem forças em duelo de opostos na tabela do Brasileiro

Tricolor quer manter terceira colocação e colar nos líderes, enquanto Cruzeiro busca sair da zona de rebaixamento; Equipes com retornos importantes no confronto

Grêmio e Cruzeiro medem forças em duelo de opostos na tabela do Brasileiro
(Foto: Lucas Uebel / Grêmio)
Grêmio
Cruzeiro
Grêmio: Marcelo Grohe; Ramiro, Geromel, Wallace Reis, Marcelo Hermes; Walace, Maicon, Douglas, Giuliano; Luan e Éverton Técnico: Roger Machado.
Cruzeiro: Fábio, Lucas, Bruno Viana, Bruno Rodrigo e Bryan; Henrique e Lucas Romero; William, De Arrascaeta e Alisson; Riascos. Técnico: Paulo Bento
INCIDENCIAS: Partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016, disputada na Arena do Grêmio, em Porto Alegre

Grêmio e Cruzeiro duelam neste domingo (19), a partir das 19h00, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. O confronto, um clássico do futebol brasileiro, é válido pela 9ª rodada da Série A. Em momentos opostos, Tricolor e Raposa querem reencontro com a vitória para somar pontos na classificação.

Os gaúchos lutam para manter a terceira colocação e buscar uma aproximação aos líderes. Na última rodada, ficaram no 3 a 3 com a Chapecoense, em emocionante empate em Chapecó. No campeonato até aqui, são três jogos e três vitórias em casa e o retrospecto precisa ser mantido na briga pelas primeiras posições. Iniciam a rodada com 15 pontos.

Já os mineiros somam maus resultados e se encontram na zona de rebaixamento. Em situação distinta do Cruzeiro bicampeão brasileiro de 2014, a disputa atual da Raposa é pela permanência na primeira divisão, para primeiramente sair da parte de baixo da tabela e só depois pensar em objetivos maiores. O time é o 17º, com 8 pontos.

Grêmio tem retorno de Ramiro e Maicon na equipe

O Tricolor recebe dois reforços que cumpriram suspensão na última rodada. Maicon forma a dupla titular com Walace entre os volantes gremistas. Já o também volante Ramiro deve voltar a atuar na lateral-direita, posição em que ganhou espaço durante a temporada, após a não afirmação de Wallace Oliveira.

A defesa é preocupação de Roger Machado e o técnico aderiu a treinos específicos, visando dificultar a bola aérea do adversário. O Tricolor sofre no ano em lances de cobranças de falta e escanteios. O próprio arqueiro Marcelo Grohe, que retornou no jogo anterior, após passagem pela Seleção Brasileira, reconhece sua parcela de culpa em autocrítica e disse que não adianta mais pedir desculpas.

Se a defesa permanece contestada, o ataque tem resolvido a vida fora de casa. Nos cinco duelos longe da Arena, dez gols marcados, média de dois gols por partida. Entretanto, apesar das vitórias no bairro Humaitá, o Tricolor quer melhorar a média de gols em seu estádio. Venceu o Flamengo e a Ponte por 1 a 0 e o Coritiba por 2 a 0.

O formação de ataque conta com Douglas e Giuliano em parceria pelo meio, o falso nove Luan e o veloz atacante Everton. O equatoriano Miller Bolaños regressou da Seleção Equatoriana, também eliminada na Copa América Centenário. O jogador, que passou por problema muscular em solo estadunidense, está descartado deste domingo. Sua volta é aguarada contra o Vitória, na rodada seguinte.

Cruzeiro com a volta dos laterais Lucas e Bryan

Incômoda situação vive o time comandado pelo técnico Paulo Bento. Elogiado por Roger Machado pela organização tática, a esquadra cruzeirense precisa demonstrar dentro de campo, através de resultados, seu potencial na temporada. Os resultados até aqui não agradam ao torcedor, que há apenas dois anos via uma escalação com brilho e grande chances de triunfos.

No clássico brasileiro a ser disputado na Arena do Grêmio, os laterais Lucas, pela direita, e Bryan, pela esquerda, ingressam novamente na escalação cruzeirense.

Alisson e Arrascaeta estão relacionados. Ambos os jogadores foram poupados de trabalhos anteriores, mas viajarama Porto Alegre e podem iniciar a partida. O meia uruguaio e o jovem mineiro são acréscimos de qualidade nas opções de Paulo Bento, que está sem o meia Robinho e o atacante Elber, jogador de velocidade.

Exatamente Alisson foi quem concedeu fala à imprensa sobre os confrontos fora de Minas Gerais: "A tabela nos colocou para jogar duas partidas seguidas fora. Precisamos enfrentar duas pedreiras, que são o Grêmio e a Ponte. Temos que chegar, fazer grandes jogos e conseguir vitórias para virmos mais fortes ao Mineirão", disse em entrevista.

Ausente contra o Flamengo, na derrota por 1 a 0, o zagueiro Bruno Viana retoma a defesa que conta com o xará Bruno Rodrigo. O jovem meia Alex disputa posição com o experiente Willian, remanescente de temporadas vencedoras da Raposa. Em um time com bastantes jovens, passa por Willian uma situação de responsabilidade e condução para dias melhores do céu celeste.