Grêmio mede forças com Palmeiras para tentar salvar ano

Pelas quartas de finais da competição, Tricolor e Alviverde farão terceiro duelo da temporada

Grêmio mede forças com Palmeiras para tentar salvar ano
(Foto: Rodrigo Rodrigues/Grêmio FBPA)
Grêmio
Palmeiras
Grêmio: Marcelo Grohe; Marcelo Oliveira, Kannemann, Geromel, Edílson; Walace, Jaílson (Ramiro), Douglas; Luan, Pedro Rocha e Henrique Almeida Técnico Renato Portaluppi
Palmeiras: Jailson; Fabiano (Gabriel), Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto (Egídio); Gabriel (Matheus Sales), Tchê Tchê e Moisés; Róger Guedes (Erik), Dudu e Gabriel Jesus Técnico Cuca

Na noite desta quarta-feira (28), Grêmio Palmeiras irão enfrentar-se pela terceira vez na temporada, em duelo válido pelas quartas de finais da Copa do Brasil. O jogo será realizado na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, já que o time gaúcho foi sorteado para mandar o jogo de ida em seus domínios.

Com roteiros diferentes, as equipes confirmaram passagem às quartas na semana passada. Enquanto o Porco passou com tranquilidade ao ser derrotado pelo Botafogo-PB por 1 a 0 (3 a 1 no agregado), o Imortal teve mais trabalho, passando nos pênaltis após perder em casa para o Atlético Paranaense.

Esse será o terceiro confronto entre os dois times nesta temporada. Pelo Brasileirão, o Alviverde triunfou no primeiro turno em um emocionante jogo de sete gols (4 a 3), e depois segurou empate sem gols em Porto Alegre para manter a liderança do campeonato.

Grêmio: a meta é fazer valer o mando de campo

Entrar em campo contra o líder do Brasileirão não é fácil. Mas no Grêmio, a mentalidade é outra. Nova competição, novos objetivos, e então começa-se tudo do zero. Para o primeiro jogo na Arena do Grêmio, o lateral-esquerdo Marcelo Oliveira fez questão de ressaltar o quão importante é sair com a vitória.

"Faltam seis jogos para ganhar o título, mas a dificuldade vai aumentando. Sobraram equipes muito fortes agora, mas já demonstramos, diante das equipes consideradas mais fortes, que podemos fazer ótimas atuações. Vamos impor nosso ritmo e aproveitar o fator local para vencer o primeiro jogo”  afirmou o baiano.

Para organizar a equipe, Renato Portaluppi terá problemas. Sem Maicon, lesionado, ele terá de escolher entre o contestado Ramiro, que vinha atuando na lateral-direita devido à ausência de Edílson, ou o jovem Jaílson, que teve boas atuações quando precisou ser escalado.

No ataque, o treinador segue com opções reduzidas, visto que os lesionados Bolaños Éverton ainda não irão retornar, Pedro RochaHenrique Almeida devem seguir sendo titulares. O time ainda conta com as voltas de Kannemann e Edílson.

Luto no elenco e mistério na escalação palmeirense

Na manhã desta terça-feira (27), foi realizado o último treino do Palmeiras antes do confronto contra o Grêmio. Embora o clima não fosse dos melhores, em decorrência da morte do pai do volante Thiago Santos, o técnico Cuca conseguiu realizar rachão e definir seus titulares.

Sobre a partida da ida das quartas de finais da Copa do Brasil e as atenções divididas com o Brasileirão, o atacante Dudu esclareceu à imprensa que a equipe pode e deve almejar os dois títulos nesta temporada.

"O Palmeiras foi montado para isso. É por isso que foi montado um elenco grande, elenco forte, com vários jogadores. Justamente para termos condições de disputar dois títulos, duas competições, assim como disputamos a Libertadores no início do ano. Agora são seis jogos para conquistar um título e amanhã queremos dar mais um passo rumo ao bicampeonato." explicou o ex-gremista.

Quanto ao time que enfrenta o Tricolor, o técnico Cuca optará por poupar o lateral Jean, que vem de longa sequência de jogos. Além disso, Cleiton Xavier também não foi relacionado para a partida. As boas notícias ficam por conta da volta de Edu Dracena (havia sido poupado) e Gabriel, que retorna de suspensão.