Grêmio vence Palmeiras, mas deixa classificação em aberto na Copa do Brasil

Tricolor gaúcho sai em vantagem com dois gols no primeiro tempo, mas tento alviverde na etapa complementar deixa vaga a ser definida no jogo de volta

Grêmio vence Palmeiras, mas deixa classificação em aberto na Copa do Brasil
(Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)
Grêmio
2 1
Palmeiras
Grêmio: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Jailson, Ramiro (Rafael Thyere), Douglas e Pedro Rocha (Guilherme); Luan. Técnico: Renato Gaúcho
Palmeiras: Jailson; Fabiano, Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto; Gabriel (Leandro Pereira), Tchê Tchê e Moisés; Roger Guedes (Lucas Barrios), Gabriel Jesus e Dudu (Rafael Marques). Técnico: Cuca
Placar: 1-0, min. 32/1ºT, Ramiro. 2-0, min. 44/1ºT, Pedro Rocha. 2-1, min. 5/2ºT, Zé Roberto.
ÁRBITRO: Claudio Francisco Lima e Silva. Cartões amarelos: Kannemann, Marcelo Grohe, Walace (GRE) ; Fabiano, Mina, Vitor Hugo (PAL)
INCIDENCIAS: Partida válida pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil 2016, realizada na Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS.

Vindo de roteiros distintos nos confrontos que garantiram suas participações nas quartas de final da Copa do Brasil, Grêmio e Palmeiras mediram forças pela terceira vez na temporada na noite desta quarta-feira (28), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, já que o time gaúcho foi sorteado para mandar o jogo de ida em seus domínios. O placar de 2 a 1 favorável a equipe gaúcha neste confronto não é de todo ruim ao Alviverde. 

A partida foi marcada por um confronto bem jogado, com muita disputa, onde o Grêmio saiu em vantagem com um golaço de Ramiro, e Pedro Rocha ampliou, ambos ainda no primeiro tempo. Na etapa complementar, Zé Roberto converteu um pênalti e deu uma esperança a mais ao Alviverde, que decidirá em casa.

O jogo de volta acontece no dia 19 de outubro, no Allianz Parque, às 21h45. Qualquer empate garante classificação do Grêmio. Uma vitória simples do Palmeiras assegura que o clube paulista avance de fase. Se o Verdão vencer por 2 a 1, a decisão vai para os pênaltis. Triunfo do Palmeiras por um gol de diferença acima de 3 a 2 classifica a equipe gaúcha. Deste confronto, quem passar pega o vencedor de Corinthians x Cruzeiro.

Você pode conferir como foi o tempo real da partida entre Grêmio x Palmeiras no VAVEL Live.

Grêmio marca duas vezes e garante vantagem parcial

Com bastante pegada, o início do primeiro tempo contou com muita disputa de ambas as equipes, que chegavam firme nas divididas. A equipe do Palmeiras apresentou um pouco de dificuldades para conseguir marcar os jogadores adversários, precisando adiantar um pouco mais a marcação. 

Aos 15 minutos, uma boa chance para o Grêmio com Douglas dando bom lançamento para Pedro Rocha na cara do gol, mas o atacante se atrapalhou no domínio e Mina apareceu e afastou o perigo de todo o jeito. Quatro minutos depois, mais um susto dos donos da casa, mas não valeu nada. Pedro Rocha recebeu a bola em profundidade, driblou a marcação e chutou forte. Jailson fez uma bela defesa, mas o atacante tricolor estava adiantado.

Na faixa dos 20 minutos o jogo seguiu bem disputado, com muita marcação e pouco espaço, onde Grêmio apostando na transição rápida e contra-ataques, mas uma boa chance do Palmeiras aconteceu em bola parada, quando Dudu cobrou falta na área, Gabriel Jesus escorou de cabeça e Moisés, na pequena área, por pouco não empurrou para o gol na pequena área.

De surpresa, o Palmeiras não conseguiu segurar os jogadores do Grêmio e sofreu o gol aos 34 minutos, quando Ramiro recebeu bom passe de Douglas pela direita da área e chutou de primeira e cruzado, por cima de Jailson, acertando o ângulo. Um belo gol que garantiu a vantagem tricolor.

Era evidente que o Verdão estava desorganizado no primeiro tempo, e via-se muito pelas atuações ociosas de Tchê Tchê e Moisés, principais peças do time. Após o gol, o Grêmio seguiu pressionando e, aos 44 minutos, conseguiu ampliar o placar em cobrança de Falta de Luan na área. Na recepção, Geromel cabeçeou no travessão e Jailson ficou caído dentro do gol. No rebote, Pedro Rocha desviou e balançou as redes. 

No contra-ataque do Grêmio aos 35 minutos, Fabiano deu um toque na bola para trás, e Jailson segurou com a mão. O árbitro marcou tiro livre indireto na área do Palmeiras. Jogadores do Verdão reclamaram com a arbitragem, mas o lance foi, de fato, bem marcado.

Antes do apito para o intervalo, o Grêmio ainda conseguiu levar mais perigo ao gol do Palmeiras com Walace, que disparou no contragolpe pelo lado direito e entregou a bola para Luan, que limpou o lance e chutou no canto, mas a bola saiu para fora no último lance do primeiro tempo.

Palmeiras desconta de pênalti e não descarta esperança de classificar

No retorno para a etapa complementar, a primeira jogada perigosa pertenceu ao Grêmio com Pedro Rocha, que lançou Walace em profundidade pela esquerda. O volante invadiu a área e chutou em cima da marcação, mas a bola voltou para ele e a segunda finalização foi para fora. 

Um lance polêmico aconteceu aos três minutos, quando Gabriel Jesus recebeu o passe livre dentro da área e tentou driblar Marcelo Grohe, mas o goleiro derrubou o atacante do Verdão e o árbitro assinalou penalidade máxima. Na cobrança, Zé Roberto chutou rasteiro, no meio do gol, e converteu a penalidade, diminuindo a vantagem: Grêmio com dois, Palmeiras com um no marcador.

Aos 14 minutos, uma confusão deu um susto na defesa do Palmeiras. Em mais uma cobrança de falta do Grêmio na área adversária, Jailson não conseguiu tirar e bola ficou viva, mas Fabiano apareceu para aliviar e afastou o perigo. Seis minutos depois, um lance polêmico que gerou reclamação gremista. Edílson avançou em direção à área e caiu próximo à linha, mas o árbitro não marcou o pênalti, já que na visão do árbitro o lance foi fora da área e não foi faltoso. 

Mesmo com a vantagem, o Grêmio não cessou na busca de mais um gol, tanto que aos 25 minutos, uma boa chance quase deu origem ao terceiro tento tricolor. Pedro Rocha passou a bola para Edílson, que cruzou rasteiro. O atacante recebeu de volta, fez o giro e escorou para Luan, que bateu colocado e fez a bola passar raspando na trave esquerda de Jailson.

O Palmeiras, insatisfeito com o resultado, tentava de toda forma chegar ao ataque e levar perigo. As bolas paradas eram as principais armas da equipe alviverde, mas não conseguiu aproveitar as boas chances que surgiram. Porém, as tentativas do Verdão não foram suficientes e a vitória gremista foi sacramentada ao apito final.