Renato Gaúcho valoriza triunfo sobre Palmeiras: "Toda vantagem é importante"

Na noite desta quarta-feira (28), jogando em Porto Alegre, o Grêmio do consagrado ex-camisa 7 tricolor, venceu o verdão pelo placar de 2 a 1, em jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil

Renato Gaúcho valoriza triunfo sobre Palmeiras: "Toda vantagem é importante"
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Desde que Renato Portaluppi voltou ao Grêmio, até o mais desconfiado torcedor gremista deve ter buscado uma ponta de esperança para reacreditar no time. As razões são óbvias: três jogos no comando da equipe e três vitórias gremista (Atlético-PR, Chapecoense e Palmeiras). Ninguém pode negar que com Renato, o Grêmio voltou a ser Grêmio: brigador e raçudo, mas, sem perder a qualidade técnica. 

Jogando contra o líder do Brasileirão, porém, pela Copa do Brasil, o Grêmio venceu o Palmeiras com um gol à mais e vai para São Paulo buscar a classificação para a semifinal dependendo de vitória ou empate. Portaluppi exaltou a postura apresentada por seus comandados e o apoio da torcida, que foi incentivada pela luta gremista em campo. O treinador também reforçou a importância de passar confiança aos jogadores, para que os mesmos consigam executar com tranquilidade o esquema proposto:

"O Ramiro tinha sido o melhor em campo no outro jogo também. Conhecia ele desde 2013. Fico feliz com a recuperação tanto dele quanto do Marcelo (Grohe). A torcida voltou a apoiar os dois. Foi importante. Quero dar os parabéns à torcida e ao meu grupo. Foi a melhor atuação da equipe sob meu comando. Uma grande vitória. Vencemos o líder do Campeonato Brasileiro. Toda vantagem é importante. Agora jogamos lá em São Paulo pelo empate". 

A escalação do volante Ramiro no lugar do centroavante Henrique Almeida foi uma surpresa para a mídia e torcedores. De acordo com Renato, a mudança na escalação foi em decorrência do esquema tático que o mesmo exigiu ao Grêmio. Portaluppi ainda lamentou o gol sofrido na Arena do Grêmio, mas ressaltou o poder de marcação e a volta da identidade gremista.

"Às vezes posso entrar com um time diferente. Toda vez que joga nesse posicionamento, o Luan chega com força. Coloquei o Douglas perto dele, e o Pedro Rocha e o Ramiro para marcar as laterais. Achei o resultado meio injusto pelo que a equipe mostrou, poderia ter feito pelo menos três. Esse meu grupo mostrou uma evolução muito importante. Estão com muitos méritos. Fico feliz com a postura, o espírito de Grêmio, o espírito gaúcho, mas também, muito bem taticamente. É assim que quero e assim que o torcedor gosta de ver o time do Grêmio. Não demos chance ao adversário, fizemos os gols em uma competição importante. E isso é bom para dar confiança ao grupo", destacou o ex-camisa 7.

No Grêmio de Renato Gaúcho, a bola área parece não ser mais problema. Foi o que constatou o técnico: "Em três jogos, nossos rivais cabecearam duas bolas na área. Então, o Grêmio melhorou muito nesse ponto. Todos falavam que tinha um problema na área e, desde que cheguei, não vi esse problema". 

Na tarde desta quinta-feira (29), o Grêmio se reapresenta visando o confronto contra o Cruzeiro, pelo Campeonato Brasileiro, que acontecerá no sábado (01), às 18h30, no Mineirão. O jogo de volta, das quartas de final da Copa do Brasil, será no dia 19 de outubro, em São Paulo, na Arena Palmeiras.