Vice de futebol, Preis pede cautela ao Grêmio: "Descuido pode fazer vantagem esfumaçar"

Vice-Presidente de futebol gremista afirmou que plantel tricolor tem que enfrentar Cruzeiro sem pensar na vantagem adquirida no jogo de ida

Vice de futebol, Preis pede cautela ao Grêmio: "Descuido pode fazer vantagem esfumaçar"
Foto: Divulgação

De acordo com Adalberto Preis, vice-presidente de futebol do Grêmio, o Tricolor Gaúcho deve entrar em campo nesta quarta-feira (02), para enfrentar o Cruzeiro pelo jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil, como se fosse a final. Segundo Preis, o comportamento gremista deve ser de responsabilidade e prudência para evitar sustos após vencer o time mineiro, no jogo de ida, pelo placar de 2 a 0 em Belo Horizonte. 

"Com a experiência que temos no futebol, é preciso ter a consciência de que qualquer descuido pode fazer a nossa vantagem se esfumaçar, se perder, caso a gente entenda o duelo como um jogo jogado. O Grêmio precisa ganhar o jogo, mesmo sabendo que outros resultados, inclusive até uma derrota, nos favorecem", afirmou Preis. 

Apesar do empate contra o Figueirense no último sábado (29), o vice-presidente declarou que a sequência divisiva do Grêmio entre Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil foi planejada corretamente e o plantel titular e reserva está dando conta da demanda: "Fizemos um jogo extraordinário contra o Cruzeiro e realizamos um bom jogo contra o Figueirense. Acho importante a afirmação dos jogadores suplentes, que vão ganhando experiência ao enfrentar profissionais com mais tarimba. A maioria é jovem e está se firmando para ser utilizado em qualquer necessidade". 

Questionado sobre o Grêmio ter priorizado a Copa do Brasil apesar da possibilidade de alcançar o G6 no Brasileirão, e disputar a Libertadores da América em 2017, Preis explicou que o Tricolor está focado nas duas competições, entretanto, a estima maior é pela Copa do Brasil pela chance direta de ser campeão e, assim, também participar do torneio internacional no ano seguinte.

"Não abandonamos a nossa ambição pelo G-6. Claro que neste momento nós temos uma prioridade que é necessária. Seria impossível dar a mesma atenção para as duas competições neste momento", ressaltou Preis.