Em vantagem e com Arena lotada, Grêmio recebe Cruzeiro pelo jogo de volta da semifinal

Tricolor venceu por 2 a 0 em Belo Horizonte e pode perder por até um gol de diferença; Clube que passar lutará pelo pentacampeonato da Copa do Brasil

Em vantagem e com Arena lotada, Grêmio recebe Cruzeiro pelo jogo de volta da semifinal
Na imagem, jogo entre Grêmio x Cruzeiro pelo Campeonato Brasileiro (Foto: Lucas Uebel / Grêmio)
Grêmio
Cruzeiro
Grêmio : Marcelo Grohe; Edilson, Kannemann, Geromel e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Ramiro, Douglas e Pedro Rocha; Luan.
Cruzeiro: Rafael; Lucas, Léo, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique e Lucas Romero; Robinho, Arrascaeta e Rafael Sobis; Ábila.
ÁRBITRO: Thiago Duarte Peixoto (SP)
INCIDENCIAS: Jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil 2016, disputada na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, às 21h45 da quarta-feira (2)

Os 90 (e poucos) minutos decisivos pela vaga na final da Copa do Brasil 2016. O Grêmio arrancou com boa vantagem no jogo de ida, no Mineirão, em gols de Luan e Douglas. O Cruzeiro, por sua vez, precisa lutar pela reversão do resultado em plena Arena. Às 21h45 da noite desta quarta-feira (2), em Porto Alegre, uma das equipes azuis estará credenciada a mais uma final de Copa. São dois tetracampeões e as camisas devem ser bastante respeitadas.

O Grêmio vai com força máxima, em discursos de manter a cautela e a atenção. Nas arquibancadas, serão mais de 50 mil gremistas, que esgotaram os ingressos colocados à venda. Já o Cruzeiro espelha-se nos bons confrontos realizados nos mata-matas anteriores, quando eliminou Botafogo e Corinthians, além de toda sua tradicional história na Copa do Brasil. Os jogadores demonstraram ainda acreditaram na classificação para grande final.

O árbitro da partida será Thiago Peixoto, de São Paulo. Dentro de campo, o Cruzeiro precisa vencer pelos placares mínimos de 3 a 1 ou 3 a 0. A diferença em favor da Raposa por 2 a 0 leva a decisão aos pênaltis. Empates ou até derrota do Grêmio por um gol de diferença classificam o Tricolor gaúcho à finalíssima da Copa do Brasil.

Grêmio prega concentração como fundamental

O técnico Renato Portaluppi é largamente experiente no futebol, tanto como jogador, como na carreira de técnico. Já vivenciou título da competição pelo Fluminense, em 2007 e sabe do que é preciso para disputá-la. Ciente da vantagem, o treinador gremista pede foco e concentração durante o jogo da volta. De acordo com o comandante, é necessário para evitar qualquer clima de "já ganhou".

O goleiro Marcelo Grohe acompanhou a ideia. O goleiro de convocações para seleção brasileira espera uma partida segura do time no sistema defensivo. "Independentemente do resultado, a gente tem que entrar como se o confronto estivesse 0 a 0. A vitória lá foi boa. Não podemos negar isso. Fazer gols fora nessa competição é sempre importante, mas é um confronto de 180 minutos. Temos que entrar concentrados e não relaxar", comentou.

"Faz 9 anos que o Grêmio não chega em uma final de grande competição. Estamos focados nisso. Precisamos confirmar agora dentro de casa, fazendo um jogo concentrado e focado", afirmou Grohe.

A defesa gremista foi bem em Belo Horizonte e oportunizou poucas chances de gol dos cruzeirenses. O ataque, por sua vez, conseguiu encaixar duas grandes jogadas nas bolas na rede. A troca de passes de um minuto e por vários jogadores até o golaço de Luan, e a assistência veloz de Ramiro para o gol de Douglas.

Para o jogo da volta, somente o volante Maicon era dúvida em relação à escalação. Ele treinou normalmente e deve iniciar. O provável Grêmio tem: Marcelo Grohe; Edilson, Kannemann, Geromel e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Ramiro, Douglas e Pedro Rocha; Luan. É o mesmo time da partida no estádio do Mineirão.

Cruzeiro pede jogo inteligente para lutar pela classificação

Novidade no treino realizado já em Porto Alegre, o volante Henrique não participou dos últimos dois jogos. Recuperado, deve estar a campo com os demais jogadores pela missão por uma vaga na final.

O meia Robinho comentou sobre o time precisar superar a ansiedade da decisão. "Eu acho que vamos deixar a ansiedade toda aqui (no treino). Muitos jogadores estão ansiosos e sou um deles. Mas tenho certeza que esta ansiedade vai ter que ficar fora do campo, porque a gente precisa buscar o resultado. Vamos nos preparar para fazer o melhor", disse.

Ele também acredita em uma nova postura e em uma atuação mais inteligente da equipe mineira para triunfar na Arena gremista. "Vamos necessitar da inteligência que nós não tivemos em BH. A gente sabe da dificuldade. É difícil o Grêmio perder em casa por dois gols de diferença. Faz tempo que isso não acontece, mas vamos em busca. Nosso time é forte, tem jogadores experientes, e tenho certeza que o Mano vai traçar uma estratégia boa pra esse jogo", reiterou o meio-campista.

Por fim, o jogador afirmou que a estratégia não pode ser confundida com afobação. Segundo ele, seria essencial um gol no início, mas, caso o placar na decisão de 180 minutos siga adverso, somente nos instantes finais o time poderia partir de vez para cima, com o ataque que for necessário. Ele elogiou a parte ofensiva do Grêmio e disse que o Cruzeiro não pode permitir maior exposição defensiva.

Completo, o Cruzeiro do técnico Mano Menezes deve apresentar: Rafael; Lucas, Léo, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique e Lucas Romero; Robinho, Arrascaeta e Rafael Sobis; Ábila.