Grêmio recebe Sport com objetivo de alcançar G-6 no encerramento da rodada

Derrotas de concorrentes oportunizam Grêmio de entrar no grupo dos classificados à Libertadores; Sport quer se distanciar de vez da zona de rebaixamento

Grêmio recebe Sport com objetivo de alcançar G-6 no encerramento da rodada
Foto: Lucas Uebel/Grêmio
Grêmio
Sport
Grêmio: Marcelo Grohe; Wallace Oliveira, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Jaílson e Walace; Negueba, Douglas (Guilherme), Pedro Rocha e Henrique Almeida.
Sport: Magrão; Apodi, Matheus, Ronaldo Alves e Renê; Ronaldo (Rodrigo Mancha), Neto Moura, Everton, Diego Souza e Rogério; Ruiz.
ÁRBITRO: Dewson Freitas da Silva, Marcio Dias e Helcio Neves (trio do Pará)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 35ª rodada do Brasileiro, disputada na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, às 20h00 da segunda-feira (06)

O Grêmio recebe o Sport Recife na conclusão da 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 20h00, pelo horário de Brasília. O Tricolor do Sul precisa de uma vitória para voltar a estar entre os seis melhores da competição, os que garantem vaga à Copa Libertadores da América em 2017. Já o Leão do Nordeste busca pontos fora de casa para reduzir os riscos de rebaixamento. Antes de entrar em campo, as chances são de 13%.

O Sport foi beneficiado pela derrota do rival gremista, o Internacional, que sofreu o revés por 1 a 0 para o líder Palmeiras. Uma vitória em Porto Alegre pode praticamente liquidar as chances de queda do Leão. Pela frente, um Grêmio com uma equipe mista a ser escalada pelo técnico Renato Portaluppi.

O Grêmio soma 49 pontos e está em 8º. Caso vença, toma o 6º posto do Atlético Paranaense, que tem 51. Já o Sport é o 14º com 40 pontos e precisa de duas vitórias nestes cinco jogos restantes para evitar de vez o descenso.

Grêmio deve poupar jogadores após classificação para final

A Copa do Brasil virou o sonho de consumo dos tricolores. Voltar à final do torneio em que é o maior campeão, após 15 anos e ter a chance do pentacampeonato para carimbar vaga à Libertadores. Porém, o Brasileirão também oferece caminho para a competição sul-americana do ano que vem. Com isso, uma vitória sobre o Sport recoloca o Grêmio no grupo dos classificados, posição em que o time estava distante.

Foram três empates nas últimas três rodadas, duas delas com time misto e o clássico Gre-Nal. Os três empates foram sem gols, realçando o bom momento defensivo, mas colocando em dúvida o potencial do ataque nesta reta final.

No último compromisso, o time segurou o Cruzeiro pelo placar de costume: 0 a 0 na Arena, o que serviu para classificação na Copa do Brasil. Novamente em seus domínios, a expectativa é de um público reduzido, mas barulhento em apoio no Brasileiro.

Os jogadores buscam uma boa partida para somar os três pontos em casa. O volante Jailson deve ganhar oportunidade. Titular em vários compromissos, ele volta a compor o meio de campo da equipe. Na temporada, são 31 jogos, com dois gols e três assistências. Aos 21 anos, ele quer atenção total dos gremistas no jogo contra o Rubro-Negro.

"Nosso foco é total no Sport e no Campeonato Brasileiro para conquistar a vaga na Libertadores. A gente tem mais rodadas pela frente e é importante somar pontos. O professor Renato vem dando confiança", analisou o volante. No time, o lateral-direito Edilson cumpre suspensão pelas agressões a Dourado no clássico Gre-Nal e fica de fora por cinco jogos. Já o meia-atacante equatoriano Miller Bolaños foi convocado para defender a sua seleção.

O Grêmio a campo nesta segunda-feira tem muitas dúvidas, no suspense preparado pelo técnico Renato Portaluppi. Entre poupar peças e utilizar alguns jogadores considerados titulares, ele pode mandar a campo o seguinte time: Marcelo Grohe; Wallace Oliveira, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Jaílson e Walace; Negueba, Douglas (Guilherme), Pedro Rocha e Henrique Almeida.

Daniel Paulista não tem volante Rithely à disposição

Em Porto Alegre, o técnico Daniel Paulista não tem Rithely, um dos principais meios-campistas da equipe. Dessa maneira, abre-se espaço para Ronaldo e Rodrigo Mancha, dois jogadores pouco escalados durante a temporada, mas um deles extremamente necessário para o momento do Sport Recife.

O treinador falou sobre as opções no jogo: "Ronaldo é um jogador formado dentro do clube e tem muita identificação com a camisa. Ele tem qualidade para jogar e um bom poder de marcação. Mancha tem uma pegada mais à frente, que pode ser interessante para o jogo. É isso que estamos avaliando. Vou também observar as definições do Grêmio para tomar a melhor decisão", disse Paulista.

Ronaldo está com o grupo principal do Sport desde 2014 e já realizou 47 jogos desde então. O concorrente Rodrigo Mancha possuiu dias melhores, quando era titular em duas conquistas: o Campeonato Pernambucano e a Copa do Nordeste de 2014. Ainda naquele ano, sofreu uma lesão na coxa e desfalcou os rubro-negros por três meses. Não voltou mais para a condição de titular indispensável. Segue com o grupo, pois teve o contrato renovado, mas pouco tem atuado.

Ex-jogador do Grêmio, Diego Souza conhece bem o futebol no Sul. Lá, também foi campeão estadual e recebe o carinho de muitos torcedores. O camisa 87 está ciente da batalha na Arena do Grêmio e espera que o Leão faça uma boa disputa: "Sem dúvida, será um jogo muito importante. A gente sempre vai em busca de resultados bons. Mais uma vez, teremos um jogo difícil, mas onde temos totais condições de jogar bem e trazer um bom resultado", comentou.

No primeiro turno, o Sport Recife surpreendeu na bola aérea e no jogo como um todo, aplicou 4 a 2 e desestabilizou o sistema defensivo gremista. O Tricolor passou por mudanças, está com Renato no lugar do técnico Roger e o Leão com Daniel Paulista, ao invés de Oswaldo de Oliveira.