Pedro Rocha avalia noite de extremos após dois gols e expulsão na final

Jovem atacante gremista marcou duas vezes no jogo de ida da final da Copa do Brasil, tirou a camisa na comemoração do segundo gol e acabou expulso na partida

Pedro Rocha avalia noite de extremos após dois gols e expulsão na final
Foto: Lucas Uebel / Grêmio

O jogador que passou pelos maiores extremos de emoções na noite no estádio do Mineirão foi Pedro Rocha. Nesta quarta-feira (23), ele foi o nome mais comentado da partida de ida da final da Copa do Brasil 2016, entre Atlético-MG e Grêmio, que terminou com o placar de 3 a 1 favorável ao tricolor gaúcho.

O jovem atacante gremista teve três boas chances no primeiro tempo. Fez um belo gol em passe de Maicon, mas desperdiçou outras duas boas oportunidades. Já na etapa final, enfileirou a marcação atleticana e concluiu no canto com precisão para fazer 2 a 0. Na comemoração, o atleta tirou a camisa e recebeu o cartão amarelo. Como cometeu falta no campo de defesa, acabou expulso pelo segundo recebido.

Em um emaranhado de julgamentos e discussões sobre o merecimento ou não da titularidade, sobre o merecimento ou não da expulsão na partida, quem avalia sua atuação é o próprio Pedro Rocha: "Foi um grande jogo e uma bela vantagem para levar a Porto Alegre. Eu estou feliz pelos dois gols, mas triste pela minha expulsão e por ficar fora da partida mais importante. Dei minha contribuição, mas todos fizemos um grande jogo", disse o atleta.

Ainda sobre a expulsão no segundo tempo, Pedro Rocha avaliou como justa. Da mesma forma, o técnico Renato Portaluppi concordou com o cartão vermelho ao ser questionado na entrevista coletiva, ainda no estádio do Mineirão. Rocha explicou o lance: "Eu fui tentar encurtar o mais rápido possível, estava sentindo câimbras e acabei esticando demais o pé. Errei ao tirar a camisa, vou pagar a consequência pelo que fiz", afirmou.

Para finalizar, o jovem sabe que será difícil estar do lado de fora, como mais um torcedor do clube no jogo de volta da final, na próxima quarta-feira (30). Mas ele crê que quem entrar em campo dará o seu melhor e que estarão todos com o pensamento em conquistar o título.