CBF adia decisão da Copa do Brasil após tragédia com avião da Chapecoense

Entidade afirma que jogo entre Grêmio e Atlético-MG, previsto para quarta-feira (30), será postergado devido à queda da aeronave em Medellín, na Colômbia

CBF adia decisão da Copa do Brasil após tragédia com avião da Chapecoense
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A CBF adiou, na manhã desta terça-feira (29), o segundo jogo da final da Copa do Brasil 2016, que estava marcado para a noite desta quarta-feira (30), em Porto Alegre/RS, entre Grêmio e Atlético-MG. A informação veio através de nota no site da entidade, em função da tragédia envolvendo o voo que levava o time da Chapecoense a Medellín, na Colômbia, para a disputa da decisão da Copa Sul-Americana.

A CBF comunica o adiamento da final da Copa do Brasil, entre Grêmio e Atlético Mineiro, inicialmente prevista para amanhã. Definições a respeito deste jogo serão informadas ao longo do dia”, dizia o comunicado da entidade.

Chapecoense mobiliza mundo do futebol após tragédia na Colômbia

Diretor jurídico do Grêmio, Nestor Hein se mostrou a favor do adiamento da partida, alegando não haver clima para jogar o confronto. “Estamos aguardando a confirmação da CBF. Tendência é que a decisão seja adiada nesta quarta. É uma situação muito difícil. Assustadora. Tragédia extensa demais. Não estamos pensando em jogo neste momento”, disse, à Rádio Gaúcha.

A Chapecoense está muito ligada a nós. É uma cidade que se divide entre gremistas e colorados. Até oferecemos o nosso estádio para que jogassem a final. Além disso, temos jogadores que estão lá. Não estamos pensando na final da Copa do Brasil. Estamos pensando no drama das famílias envolvidas, disse o dirigente tricolor. Aguardamos as atitudes que a CBF vai tomar. São jogadores que até ontem estavam conosco e hoje estão nesta situação”, acrescentou Hein.

CBF publica nota oficial sobre acidente aéreo da delegação da Chapecoense

O presidente do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno, endossou a declaração do dirigente gremista. “Com a tragédia acontecida, não há nenhum sentido na realização do jogo amanhã, diante do Grêmio. Solidariedade e respeito acima de tudo”, escreveu em sua conta no Twitter.

Embora não haja informações oficiais, as autoridades de Medellín apontam que 75 dos 81 passageiros do avião – dirigentes, comissão técnica, jogadores e jornalistas – faleceram no acidente. Os sobreviventes são: Ximena Suárez (aeromoça); Erwin Tumiri (piloto da aeronave); Alan Luciano Ruschel, Jakcson Ragnar Follmann e Hélio Hermito Zampier Neto (jogadores); e Rafael Hensel (jornalista).

Última rodada do Brasileirão

A CBF ainda não se pronunciou sobre a última rodada do Campeonato Brasileiro 2016, onde o Atlético-MG enfrentaria a Chapecoense na Arena Condá, em Chapecó, no domingo (4/12).