Grêmio supera Ponte Preta com virada e reduz diferença em relação ao líder Corinthians

Com dois gols de Lucas Barrios, Tricolor vira e faz 3 a 1 na Ponte Preta

Grêmio supera Ponte Preta com virada e reduz diferença em relação ao líder Corinthians
(Foto: Divulgação/Grêmio)
Grêmio
3 1
Ponte Preta
Grêmio: Marcelo Grohe; Edílson, Rafael Thyere, Geromel e Bruno Cortez; Michel, Arthur (Fernandinho); Ramiro, Luan e Pedro Rocha (Everton); Lucas Barrios (Marcelo Oliveira) Técnico: Renato Gaúcho
Ponte Preta: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Rodrigo e Jeferson; Fernando Bob (Jean Patrick), Jádson (Felipe Saraiva), Naldo e Renato Cajá (Negueba); Lucca e Émerson Sheik Técnico: Gilson Kleina
Placar: 0-1, MIN. 34/1ºT, Rafael Thyere (contra). 1-1, MIN. 11/2ºT, Lucas Barrios. 2-1, MIN. 26/2ºT, Lucas Barrios. 3-1, MIN. 42/2ºT, Everton.
ÁRBITRO: Árbitro: Claudio Francisco Silva (SE) Auxiliares: Cleriston Barreto Rios (SE) e Fabio Pereira (TO)
INCIDENCIAS: CONFRONTO VÁLIDO PELA 14ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE A 2017.

Grêmio e Ponte Preta se enfrentaram na tarde deste domingo (16) pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena. A equipe paulista surpreendeu e saiu na frente do placar na primeira etapa da partida, com gol contra do zagueiro gremista, Rafael Thyere. No segundo tempo, após a entrada de Fernandinho, o tricolor gaúcho foi para cima e com dois gols de Lucas Barrios e um de Everton, conseguiu a virada e garantiu a vitória.

Com o resultado, o Grêmio manteve a vice-liderança e diminuiu a vantagem do líder Corinthians, que empatou no sábado (15) por 2 a 2 contra o Atlético-PR, para oito pontos. A Ponte caiu para a 16ª posição, apenas três pontos à frente do primeiro time da zona do rebaixamento.

Na próxima rodada, o tricolor viaja até Salvador para encarar o Vitória, no Barradão, quarta-feira (19) às 19h30. Já a Ponte recebe o Coritiba, no Moisés Lucarelli também na quarta-feira, às 21 horas.

Primeiro tempo de poucas oportunidades e muito truncado

O jogo começou truncado, com três faltas nos três primeiros minutos. A Ponte veio com a proposta de se defender. Mas o primeiro bom lance do jogo foi da equipe paulista, aos 20 minutos de jogo, em jogada individual, Lucca arriscou de fora da área e a bola passou perto, assustando o goleiro gremista. O Grêmio só chegou com perigo aos 23 minutos, após receber passe de Lucas Barrios, Ramiro chutou forte a o goleiro Aranha espalmou para a linha de fundo.

A próxima jogada de perigo aconteceu com 32 minutos jogados, o volante gremista Michel, chutou forte de fora da área, Aranha espalmou e no rebote Edilson soltou a bomba, que explodiu na rede pelo lado de fora. Em contra-ataque aos 34 minutos, Lucca cruza, Thyere tenta cortar e faz contra, abrindo o placar.

No finalzinho do primeiro tempo, o Grêmio quase conseguiu o empate. Pedro Rocha chutou cruzado, a bola passou por Barrios e Ramiro e saiu com muito perigo.

Com substituição, Grêmio muda, domina e vira o placar

O técnico Renato Portaluppi mudou o Grêmio para a segunda etapa. Fernandinho entrou no lugar do volante Arthur. E não foi só na escalação que o tricolor mudou, a atitude da equipe foi completamente diferente. Já aos três minutos, Pedro Rocha tentou o passe para Barrios, mas o goleiro Aranha chegou antes.

Aos 6 minutos os paulistas chegaram com perigo, em cobrança de escanteio, Renato Cajá obriga Marcelo Grohe a trabalhar. Com 11 minutos jogados, Lucas Barrios tabela dentro da área com Pedro Rocha e chuta forte, a bola desvia em Naldo e entra, sem chances para Aranha. Buscando a virada, o Grêmio foi com tudo para cima da macaca. Em cobrança de falta aos 21 minutos, Edilson solta uma bomba e a bola passa raspando o travessão. Minutos depois, Fernandinho invadiu a área e foi puxado por Fernando Bob, sofrendo o pênalti. Lucas Barrios bateu forte e alto e virou o placar.

Querendo matar a partida, o tricolor continuou pressionando. Após boa jogada de Luan, Pedro Rocha chutou forte, a bola passou muito perto do travessão. A Ponte foi à frente, tentando empatar a partida. Aos 39 minutos Lucca arriscou de fora da área, Marcelo Grohe fez grande defesa. O gol que garantiu a vitória gremista veio aos 42 minutos. Após bela troca de passes, Luan lança Ramiro que escora de cabeça para Everton, também de cabeça, estufar as redes de Aranha.

Os paulistas não esboçaram reação, e o tricolor apenas administrou o resultado até o final da partida.