Renato ressalta necessidade do Grêmio fazer sua parte e destaca virada contra Ponte

De virada, Tricolor gaúcho garantiu três pontos em cima da Ponte Preta e abre uma boa vantagem na vice-liderança, além de diminuir a vantagem para o líder Corinthians

Renato ressalta necessidade do Grêmio fazer sua parte e destaca virada contra Ponte
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O Grêmio venceu a Ponte Preta pelo placar de 3 a 1 neste domingo (16) na Arena, em jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Grêmio saiu atrás na partida, mas virou o jogo com dois gols de Lucas Barrios, um deles de pênalti, e um gol de Everton para fechar o placar. Quem marcou pela Ponte Preta foi o zagueiro do Grêmio, Rafael Thyere, com gol-contra logo no início da primeira etapa.

Renato Portaluppi começou sua entrevista coletiva pedindo desculpas por ter sido mau interpretado em sua declaração sobre o Corinthians, após o jogo contra o Flamengo, o comandante tricolor afirmou que o líder do Brasileirão iria "despencar na tabela" mas na verdade, o próprio disse que sua intenção era alertar que o Corinthians iria: "tropeçar na tabela, já que despencar é muito díficil", e que apenas escolheu as palavras erradas para exemplificar seu pensamento, que ainda segue o mesmo.

Quando questionado sobre a mudança tática e emocional do Grêmio no segundo tempo, quando conseguiu a virada, Renato avaliou suas alterações táticas para a segunda etapa da partida "Já sabíamos que a Ponte Preta iria jogar daquela forma (retrancada), que iam se fechar e da mesma forma que aconteceu contra o Avaí, com a bola parada, contra ataque. Estava muito difícil entrar na defesa deles, então para o segundo tempo tirei o Arthur, coloquei o Ramiro por dentro e coloquei o Fernandinho que tem a qualidade do drible, com isso poderíamos pelos dois lados penetrar na defesa da Ponte Preta. E mais do que nunca o torcedor começou a jogar junto com a gente e a equipe cresceu", disse.

Renato também avaliou como o Grêmio pode se aproveitar dos tropeços do Corinthians no Campeonato Brasileiro e ocupar a primeira posição da tabela :"Em primeiro lugar o Grêmio tem que fazer a parte dele. Tem outras equipes também que estão atrás e vão chegar, pode ter certeza disso, a qualidade dessas equipes é muito grande. O Corinthians está na frente por méritos dele, mas volto a repetir, ninguém começa um campeonato longo e difícil bem e termina bem. Pra isso, o Grêmio não pode tropeçar também, fazer a nossa parte. Não podemos ficar pensando só no Corinthians, temos que trabalhar", afirmou o comandante tricolor.

Sobre o rodízio de jogadores, que Renato eventualmente faz quando necessita poupar jogadores no Campeonato Brasileiro para jogos decisivos da Libertadores e Copa do Brasil, foi questionado se esse planejamento para a temporada está dando certo e como via isso no atual momento do Grêmio, com o fim do primeiro turno do Brasileirão se aproximando: "A gente estuda jogo a jogo. Degrau a degrau. Vai vendo o que vai acontecendo, volto a repetir, vai ter hora que terá outra equipe jogando porque as vezes não adianta mudar uma ou duas peças. Converso sempre com a equipe, presidente, comissão técnica, com a diretoria, não é somente uma cabeça que pensa. Tomamos as decisões que são melhores para o clube, e tem dado certo, por que mudar?". Lembrou Renato.

Renato Gaúcho também aproveitou para lembrar das três competições que o Grêmio disputa e da importância que o clube dá a cada uma delas. "Quem muito quer, nada tem. Daqui a pouco você insiste em colocar a mesma equipe em todas as competições e vai perder vários jogadores importantes e de repente vai se dar conta de que fez o planejamento errado. O nosso (planejamento) é jogo a jogo, a gente conversa, a gente troca ideias, a gente sabe o que faz. O torcedor pode ficar tranquilo. E o mais importante que faço questão de falar pra vocês, no nosso clube do presidente ao roupeiro, nós queremos as três competições. Se o Grêmio vai conseguir uma, ou duas, as três ou nenhuma, a gente não sabe, mas o Grêmio enquanto estiver vivo tem a entrega total nas três competições."

Com os dois próximos jogos fora de casa, contra Vitória e São Paulo, Renato foi questionado sobre como preparar a cabeça dos jogadores para enfrentar esses adversários que tem a vantagem de jogar diante da sua torcida "Sem dúvida algumas são dois adversários que praticamente estão na zona de rebaixamento, então a gente vai procurar tirar proveito disso, jogando com bastante inteligência. A partir de amanhã começo a pensar como jogar contra o Vitória, mas lembro de novo, o Grêmio tem sua maneira de jogar e vamos sempre buscar os três pontos."

Com os três pontos ganhos, o Grêmio soma 28 pontos na vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Já a Ponte Preta, com 15 pontos, ocupa a 16ª posição na tabela, a dois pontos da zona de rebaixamento.