Após empate no Morumbi, Renato avalia ponto somado: "De bom tamanho"

Comandante gremista ressaltou que, de últimas quatro partidas disputadas, Tricolor gaúcho venceu três e empatou uma

Após empate no Morumbi, Renato avalia ponto somado: "De bom tamanho"
Foto:: Divulgação/Grêmio

O Grêmio empatou com o São Paulo na noite desta segunda-feira (24) pelo placar de 1 a 1. A partida, válida pela 16ª rodada do Brasileirão, aconteceu no Estádio Morumbi. O Tricolor Gaúcho saiu na frente, com gol de Pedro Rocha e o São Paulo igualou com Lucas Fernandes.

Após a partida, o técnico Renato Portaluppi concedeu entrevista coletiva. O comandante avaliou a partida e a atual situação da equipe adversária.

Hoje o Grêmio fez mais uma vez uma bela partida, enfrentamos um adversário de alto nível, difícil de ser batido, apesar de não vir fazendo uma grande campanha no Campeonato Brasileiro, está na zona de rebaixamento, mas tem um plantel muito bom. Conversei com o Dorival, pela capacidade dele tenho certeza que ele irá tirar o São Paulo dessa situação. Durante o jogo o Grêmio teve as melhores oportunidades e merecia sair daqui com a vitória.

O treinador da equipe paulista elogiou o grupo tricolor durante sua coletiva, dizendo que deseja que seu time jogue parecido. Ao comentar o fato, Renato enalteceu sua equipe.  

Fico contente não só por mim, mas pelo meu grupo, pois sempre falo que ele é de alto nível, que tem uma amizade dentro e fora de campo. Sempre que dá a gente dá uma relembrada na parte tática, mas são jogadores inteligentes que mesmo com pouco tempo pra treinar sabem o que fazer no campo, a entrega é total, todo jogo é uma decisão, o Grêmio tá disputando três competições de alto nível e está bem em todas.

Ao ser perguntado sobre suas escolhas no meio de campo, o comandante respondeu: “Precisávamos ter posse de bola, com jogadores de qualidade no meio de campo. Nosso propósito era trabalhar no desespero do São Paulo, era importante não deixá-los crescer e isso deu certo, pois tocamos bastante a bola.” Ele falou ainda sobre suas opções no ataque: Guardei o Fernandinho e o Everton para o segundo tempo para matarmos o jogo. Infelizmente criamos e a bola não entrou.”

Apesar da diferença de pontuação em relação ao líder do campeonato, ele afirmou que o Grêmio continua na briga e enalteceu o empate. “Não é nada fácil enfrentar o São Paulo. Jogamos para ganhar, mas um ponto tá de bom tamanho. A matemática é simples, nos últimos quatro jogos o Grêmio jogou três fora e conseguiu três vitórias e um empate. Apesar de o Corinthians estar oito pontos a frente, vamos continuar correndo atrás.”

O técnico avaliou também o desempenho do jovem Arthur, que vem se destacando na equipe: “Ele vem crescendo a cada jogo, caiu nas graças da torcida e vem sendo fundamental para gente.  Temos um grupo bom, que quando sai um, entra outro que dá conta do recado. Tirei o Arthur porque sabia que ele não aguentaria os 90 minutos.”

Jogando três competições de alto nível, é comum que a equipe se desgaste, sobre o isso o comandante ressaltou novamente que o grupo é forte.

Pelos jogadores, eles querem jogar todos os jogos, mas eu como treinador tenho que pensar, sei o desgaste. Converso com eles, quando alguém sente dou uma segurada, por isso que meu grupo é bom, pois quando sai um e entra outro o nível continua o mesmo, porque todos estão preparados para receber a oportunidade. O grupo está motivado.”

Para finalizar, Renato avaliou a situação corintiana no campeonato: “Boa, porque além dos oito pontos a mais, eles tem a vantagem de estar jogando menos competições e ter mais tempo de recuperar a equipe.


Share on Facebook