Grêmio derrota Atlético-PR outra vez e garante vaga às semifinais da Copa do Brasil

Com gols de Pedro Rocha (2x) e Everton, Tricolor virou o placar e venceu Atlético-PR por 3 a 2 na Arena da Baixada

Grêmio derrota Atlético-PR outra vez e garante vaga às semifinais da Copa do Brasil
(Foto: Divulgação/Grêmio)
Atlético-PR
2 3
Grêmio
Atlético-PR: Weverton; Cascardo, Kleberson, Wanderson e Nicolas (Sidicley); Eduardo Henrique (Eduardo da Silva), Matheus Rossetto e Matheus Anjos; Felipe Gedoz, Douglas Coutinho (Yago) e Pablo. Técnico: Fabiano Soares
Grêmio: Marcelo Grohe; Leonardo, Bressan, Kannemann e Marcelo Oliveira (Cortez); Michel, Jailson (Everton), Ramiro (Kaio), Fernandinho e Pedro Rocha; Luan. Técnico: Renato Gaúcho
Placar: 0-1, MIN. 15/1ºT, Pablo; 1-1, MIN. 26/1ºT. Pedro Rocha; 1-2, MIN. 24/2ºT. Everton; 1-3, MIN. 34/2ºT. Pedro Rocha; 2-3, MIN. 46/2ºT. Felipe Gedoz
ÁRBITRO: Árbitro: Raphael Claus (FIFA, SP) Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Alex Ang Ribeiro (ambos de SP). Cartões amarelos: Bressan (GRE); Nicolas (ATL);
INCIDENCIAS: Partida válida pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, disputada na Arena da Baixada, em Curitiba.

Grêmio e Atlético-PR se enfrentaram pelas quartas de final da Copa do Brasil na noite desta quinta-feira (27). O Tricolor entrou em campo com uma bela vantagem, após ter vencido o jogo em Porto Alegre por 4 a 0. Mesmo assim, os gaúchos não quiseram saber de administrar a vantagem e mesmo poupando alguns titulares venceram novamente, desta vez pelo placar de 3 a 2, garantindo a classificação para as semifinais da competição. Pedro Rocha duas vezes e Everton marcaram os gols do Rei de Copas, Pablo e Felipe Gedoz anotaram para o Furacão. No agregado, um total de 7 a 2 para os gaúchos e o adversário da semifinal será o Cruzeiro, no embate entre os dois maiores campeões da competição.

Gol cedo anima, mas empate tricolor tira às forças do Furacão

A etapa inicial foi disputada, com o Furacão pressionando em busca de um resultado histórico. A pressão inicial dos paranaenses deu resultado, e logo aos 15 minutos de partida, Douglas Coutinho fez bela jogada e cruzou para Pablo que estufou as redes, sem chances para Marcelo Grohe.

Mas os gremistas souberam controlar o ímpeto do Atlético e chegaram ao gol de empate aos 26 minutos, com Pedro Rocha. O atacante recebeu passe do volante Michel, cortou o zagueiro atleticano e chutou cruzado, a bola bateu na trave e morreu no fundo das redes. Após o gol gremista, o Furacão perdeu as forças e não levou mais perigo algum durante o primeiro tempo da partida.

Desespero de um lado, qualidade do outro

Na segunda etapa, o time paranaense foi com tudo para cima e logo no primeiro minuto, Pablo cabeceou para fora após cobrança de escanteio de Felipe Gedoz. O Grêmio respondeu aos 8 minutos, em cobrança de falta feita por Luan, mas o chute saiu fraco e ficou fácil para Weverton fazer a defesa. Já no minuto seguinte, Pablo desperdiçou uma bela oportunidade, após receber passe de Matheus Anjos, o atacante chutou forte cruzado, mas a bola saiu à esquerda do gol de Grohe.

Aos 24 minutos, após cobrança de falta, Bressan desviou de cabeça para Everton, que livre de marcação, chutou alto na saída de Weverton e colocou o tricolor na frente novamente. O gol gremista desanimou completamente o time atleticano, que praticamente não chegou ao ataque. Com 34 minutos jogados na segunda etapa, Marcelo Grohe acha Everton em rápida reposição, o atacante gremista fez belo passe para Pedro Rocha, que na cara do gol, teve calma para driblar Weverton e só empurrar para o fundo das redes, selando a vitória. No minuto final, Felipe Gedoz ainda descontou para o Atlético em cobrança de falta, contando com uma falha do goleiro gremista.

Mais uma vez na semifinal, o tricolor enfrenta, assim como no ano passado, o Cruzeiro. A outra vaga na decisão será disputada por Botafogo e Flamengo. O sorteio que definirá a ordem dos mandos de campo ocorre na próxima segunda-feira (01) às 11 horas.


Share on Facebook