Renato elogia segundo tempo do Grêmio ante Flamengo: "Viramos contra adversário muito forte"

Treinador ainda destacou briga pela vaga de titular entre Fernandinho e Everton

Renato elogia segundo tempo do Grêmio ante Flamengo: "Viramos contra adversário muito forte"
Foto: Flickr / Grêmio

Jogando com time misto em casa na tarde deste domingo (5), o Grêmio venceu o Flamengo de virada pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Everton Ribeiro abriu o placar para os cariocas no inicio do segundo tempo. Everton, que entrou aos 23 minutos, marcou dois gols em três minutos em campo. Luan fechou a conta aos 36 minutos e garantiu mais três pontos para o Grêmio na competição no marcador final de 3 a 1.

Em entrevista coletiva após o jogo, Renato Gaúcho reconheceu algumas falhas da equipe e destacou que o time foi mais agressivo e passou a criar chances reais após ter sofrido o gol:

"No primeiro tempo, as duas equipes não apresentaram o futebol que todos conhecem. Foi um jogo bem equilibrado. O Flamengo marcou no começo do segundo tempo, mas melhoramos no jogo e passamos a criar. Não pelas substituições que eu fiz, mas fomos mais agressivos. O segundo tempo foi muito bom. Não queiram achar que o Grêmio vai jogar sempre bem e dar espetáculo. O mais importante, se tratando que são duas grandes competições que o Grêmio joga, são os resultados. Não fomos tão bem no primeiro tempo, melhoramos no segundo, mas viramos um jogo com um adversário muito forte. Todos sabem da força do Flamengo. Os jogadores estão de parabéns pela reação", avaliou Renato Gaúcho.

A torcida do Grêmio ainda segue dividida entre Fernandinho e Everton para a vaga deixada por Pedro Rocha. Hoje jogou Fernandinho, mas o torcedor pediu pelo camisa 11. Renato Gaúcho falou sobre a disputa pela posição:

“A disputa pelas vagas não é só entre os dois jogadores. Temos o Beto da Silva que também pode jogar ali. A disputa é sadia, respeitando o companheiro. O jogador tem q aproveitar oportunidade, seja cinco, dez ou quinze minutos em campo. A disputa existe em todas as posições. Muitas vezes o Everton entrou e não foi tão bem, e o Fernandinho entrou e foi, o torcedor pode ficar tranquilo que a gente sabe o que faz aqui dentro”, afirmou Renato.

Renato Portaluppi percebeu que o time cometeu, no primeiro tempo, os mesmos erros que apresentou diante do Barcelona-EQU pela Copa Libertadores. Ainda em tempo o treinador conseguiu consertar a falha e voltar com o time mais ofensivo para a segunda etapa:

"Nosso time cometeu os mesmos erros que cometemos contra o Barcelona na última quarta-feira. As duas linhas de quatro ficaram longe dos nossos atacantes. Procuramos corrigir, juntamos o time todo, tiramos o time de trás. Coisas que no primeiro tempo não houve. Corrigimos no intervalo, como fizemos contra o Barcelona. Ficamos mais juntos, jogadores com companheiros próximos, essa questão foi fundamental", destacou o treinador.