Grêmio supera São Paulo com gol de Kannemann e segue vice-líder do Brasileirão

Imortal marcou em jogada de zagueiros e garantiu a 18ª vitória na Série A

Grêmio supera São Paulo com gol de Kannemann e segue vice-líder do Brasileirão
Grêmio supera São Paulo com gol de Kannemann e segue vice do Brasileirão
Grêmio
1 0
São Paulo
Grêmio: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann, Cortez; Jaílson, Arthur, Ramiro (Michel); Luan, Fernandinho (Éverton) e Lucas Barrios (Jael) | Técnico Renato Gaúcho
São Paulo: Sidão; Edimar, Rodrigo Caio, Arboleda, Araruna (Gilberto); Jucilei, Petros (Junior Tavares), Hernanes, Maicosuel (Lucas Fernandes); Marcos Guilherme e Lucas Pratto | Técnico Dorival Junior
Placar: 1-0, 33' 1T, Kannemann
ÁRBITRO: Rodolpho Toski Marques, auxiliado por Bruno Boschilia e Victor Hugo Imazu dos Santos | >> Cartões Amarelos: Fernandinho; Arboleda, Hernanes e Jucilei
INCIDENCIAS: Partida válida pela 35° rodada da Série A do Campeonato Brasileiro

De zagueiro para zagueiro, o Grêmio conquistou mais três pontos na noite desta quarta-feira (15). Com gol de Kannemann e assistência de Geromel, o time gaúcho bateu o embalado São Paulo pelo placar mínimo e se manteve na vice-liderança do Brasileirão.

Com a vitória, o time de Renato Gaúcho completou agora cinco partidas sem perder na Série A. Segue em segundo lugar, agora com 61. Já o Tricolor paulista segue em 11° com 45 pontos, podendo ainda ser ultrapassado por Chapecoense Fluminense nesta rodada.

Na próxima rodada, o Soberano receberá o Botafogo (6°) no Pacaembú, enquanto o Tricolor gaúcho vai até a Vila Belmiro encarar o Santos (4°), provavelmente com seu time reserva devido à decisão da Libertadores na quarta-feira (22), contra o Lanús.

Pressão gaúcha e gol de zagueiros

O jogo teve seu início truncado e com o Grêmio trocando muitos passes na defesa, como foi o cenário do primeiro tempo inteiro. Sabendo que o adversário iria retrancar-se com três volantes, Renato Gaúcho armou o Tricolor gaúcho para jogar indo ao ataque sempre que possível, criando chances e jogando da sua maneira.

Mesmo sem mandar no gol, o time da casa foi quem tentou primeiro no jogo. Faltas cobradas por Fernandinho Edílson foram as primeiras situações de cuidado, mas não ainda de perigo, visto que a bola passava longe do gol de Sidão.

São Paulo subia apenas em contra ataques, mas contava com a qualidade de sempre em seus passes. O time teve escanteio em tentativa de remate de Lucas Pratto, e no levantamento na área, o próprio centroavante testou para fora.

A partir dos 20', Renato mandou subir a marcação e o time obedeceu. Assim, os visitantes não conseguiam mais sair com a bola trabalhada, e o Grêmio teve mais posse de bola. Da sua maneira, tabelando, o time gaúcho arrancou um escanteio, e na cobrança a zaga afastou no pé de Edílson. Ele largou na ponta para Geromel, que cruzou rasteiro. Arboleda tentou afastar, mas chutou em cima de Kannemann e a bola acabou entrando.

O jogo foi corrido até o fim da primeira etapa, onde os times trabalharam a bola e ficaram no perde-ganha no meio de campo. Sem acréscimos, a partida foi para o intervalo com o Tricolor gaúcho em vantagem.

Grêmio segue acelerando e vence o jogo

Buscando jogar com mais velocidade em cima de Edílson, o técnico Dorival Junior voltou para o segundo tempo com Lucas Fernandes no lugar de Maicosuel, que esteve apagado e bem marcado.

São Paulo voltou a campo para encontrar um Grêmio ainda com o pé no acelerador. O cronômetro ainda não marcava um minuto quando Fernandinho fez fila na defesa paulista e bateu cruzado, na rede pelo lado de fora.

Observando a necessidade do resultado, desta vez foi Dorival quem mandou o time adiantar a marcação e tentar tomar conta do campo. Lucas Fernandes tentou aos oito minutos, quando bateu em cima de Geromel. Na sequência do lance, Edílson recebeu na frente e bateu cruzado para boa defesa de SidãoRamiro pegou o rebote e errou o gol.

Depois disso, o Grêmio ainda era quem mandava na partida, mas o jogo acalmou e ficou mais na troca de passes. Em um contra ataque, o São Paulo até marcou com Lucas Pratto, mas foi assinalado impedimento do centroavante, aos 27'.

Na melhor chance do time paulista no jogo, foi Júnior Tavares quem criou. Ele havia recém entrado e deu ótimo lançamento para Lucas Pratto, que desviou de peixinho e viu Grohe defender com tranquilidade, em ação pela primeira vez no jogo. Na sequência do lance, quem atacou foi o time da casa, que teve escanteio e Éverton tabelando com lindo passe de Kannemann. O atacante finalizou e Sidão defendeu no canto.

A última boa chance do jogo foi novamente de Pratto. Finalizando mais do que em seus últimos jogos, o argentino travou a bola com Michel e depois finalizou para defesa de Grohe. Daí para frente, o Grêmio segurou o São Paulo, da maneira que pôde, afastando cruzamentos para garantir a 18° vitória no Campeonato Brasileiro.