Volante Arthur: da equipe de transição à peça-chave no time gremista

Ano de 2017 foi de ascensão para o atleta, que chegou, inclusive, a ser convocado para Seleção Brasileira

Volante Arthur: da equipe de transição à peça-chave no time gremista
Arte: Rodrigo Rodrigues /  Editoria de arte VAVEL Brasil

O volante Arthur chegou ao Grêmio em 2010, ainda menino, aos 14 anos, para compor as categorias de base. Desde então foi mostrando seu talento e conquistando espaço até chegar a equipe principal. Atualmente, o meio-campista é uma das principais peças no meio de campo gremista.

Foi em 2015 que o jovem teve sua primeira oportunidade no time profissional do Tricolor, atuando como titular em uma partida pelo Campeonato Gaúcho, sob o comando de Luiz Felipe Scolari. Nos dois anos seguintes, porém, ele não recebeu outras chances, e figurou apenas na equipe de transição, onde inclusive usou a braçadeira de capitão. Com Renato no comando da equipe, o atleta voltou a ter oportunidade no time principal no final de 2016, contra o Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro.

Já em 2017 foi a grande evolução na carreira de Arthur, que no começo da temporada chegou a cogitar a ideia de deixar o Grêmio, para buscar espaço em uma equipe com menos concorrência. Permanecendo no clube gaúcho, passou a atuar pela equipe de transição na Primeira Liga, e se destacou, ganhando vaga no time reserva para jogar a Libertadores da América. Ainda pela fase de grupos, no empate contra o Guarani do Paraguai, o atleta teve uma atuação marcante. Além de não errar nenhum passe, ele ainda deu a assistência para Pedro Rocha marcar o gol do Tricolor. A partir de então, ganhou a confiança do técnico e tornou-se xodó do torcedor.

Contra o Fluminense, pela Copa do Brasil, na vitória do Tricolor Gaúcho por 3 a 1, o atleta marcou seu primeiro gol como profissional. E foi um golaço, confirmando seu talento. O outro gol dele com a camisa gremista foi pelo Brasileirão, diante do Vitória.

O bom trabalho desenvolvido no Grêmio rendeu a Arthur uma convocação a Seleção Brasileira. Em setembro, o técnico Tite chamou o garoto para as partidas contra Bolívia e Chile, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

Peça-chave na equipe gremista, ele entrou em campo 48 vezes com a camisa do time e chegou a ter, na temporada, 98% de acertos de passe. Seu contrato com o clube vai até 2021. A renovação, de mais quatro anos, aconteceu em outubro.