Mesmo rebaixado, Atlético-GO empata com time reserva do Grêmio na Arena

Dragão mostrou força para sair de Porto Alegre com um ponto conquistado; Grêmio poupou o time titular para a decisão contra o Lanús, na Argentina

Mesmo rebaixado, Atlético-GO empata com time reserva do Grêmio na Arena
Grêmio e Atlético-GO ficam no empate na Arena do Grêmio. (Foto: Divulgação/Grêmio)
Grêmio
1 1
Atlético-GO
Grêmio: Paulo Victor; Leonardo, Rafael Thyere, Bruno Rodrigo e Conrado; Cristian (Lucas Polleto), Machado (Vico), Kaio, Patrick (Jean Pyerre) e Dionathã; Beto da Silva. Téc: Renato Gaúcho
Atlético-GO: Kléver; Jonathan, William Alves, Gilvan e Breno Lopes; André Castro, Igor (Jefferson Nem), Andrigo, Jorginho e Luiz Fernando; Diego Rosa (Alison). Téc: João Paulo Sanches
Placar: 0x1 - Andrigo (24'min - 2º tempo) 1x1 - Lucas Poletto (26'min - 2º tempo)
ÁRBITRO: Bruno Arleu de Araujo (RJ) apitou a partida, auxiliado por Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)
INCIDENCIAS: 37'ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A de 2017; A partida foi realizada ás 17h30 (Horário de Brasília), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

O Atlético-GO conseguiu um resultado de "bons olhos" na Arena do Grêmio, nesse domingo (26). A equipe goiana empatou com o Grêmio por 1 a 1 e voltou para casa com um ponto ganho em cima da equipe reserva do time gaúcho, que poupou os titulares visando a decisão da Libertadores da América, na quarta-feira (29), contra o Lanús.

O resultado teria mais valor para o Dragão se o time ainda tivesse chances de escapar do rebaixamento, mas não é o caso. O Atlético segue na última posição com 35 pontos ganhos e encerra sua participação na Série A de 2017, no próximo domingo (03), contra o Fluminense, no estádio Olímpico.

Já o Grêmio, matematicamente garantido na Libertadores do ano que vem, pouco deu valor para esse jogo. A equipe gaúcha segue na vice-liderança da competição com 62 pontos, sem chances de alcançar o Corinthians, atual líder e já campeão brasileiro dessa temporada. A equipe de Renato Gaúcho encerra sua participação na Série A, no próximo domingo (03), contra o Atlético-MG, no Independência.

Atlético-GO domina primeiro tempo, mas não consegue balançar as redes

Mesmo rebaixado, os jogadores do Atlético-GO queriam mostrar serviço. Alguns para permanecer na próxima temporada e outros, para honrar o pouco tempo de contrato que ainda resta pelo Dragão. A pressão atleticana começou logo aos treze minutos com finalização perigosa de Igor.

Depois, foi a vez de Andrigo, Luiz Fernando e Gilvan finalizarem para o gol de Paulo Victor, e passando perto de abrir o placar. Os reservas do Grêmio não conseguiam jogar seu futebol e só foram criar uma boa chance quando Gilvan saiu errado e Kaio não aproveitou o contra-ataque.

A melhor chance veio nos pés de Diego Rosa. O jogador ganhou a bola na entrada da área e finalizou fraco nas mãos do goleiro do Grêmio. Ainda deu tempo de uma finalização ruim de Jonathan, que passou longe da meta.

Ao final do primeiro tempo, era preciso um novo ritmo para o Grêmio nos vestiários e mudanças em campo. Foi o que o treinador Renato Gaúcho preparou para a equipe retornar para o jogo.

Andrigo marca, mas Poletto busca empate logo em seguida

O time goiano voltou para a segunda etapa com o mesmo vapor. Breno Lopes finalizou cruzado na entrada da área logo aos quatro minutos de jogo, mas a bola foi pela linha de fundo. O Grêmio buscou a resposta com Lucas Poletto que recebeu uma ótima bola de Dionathã, mas furou na hora do chute.

Luiz Fernando também tentou fazer o seu. Após bela jogada individual, o jogador rubro-negro escorregou na hora de finalizar. O jogo foi passando e várias substituições iam acontecendo para ambos os lados na espera de um gol. Foi na insistência que o Atlético conseguiu.

Após tabela com Diego Rosa, Andrigo ganhou a bola dentro da área e bateu no cantinho de Paulo Victor para abrir o placar para o Dragão: 0x1. Parecia que poderia pintar uma vitória goiana em Porto Alegre, mas dois minutos depois, o Grêmio veio com a resposta a altura.

Em cobrança de escanteio, o zagueiro Rafael Thyere cabeceou a bola no travessão e a bola sobrou para Lucas Poletto, livre de marcação, empurrar para as redes e igualar o placar: 1x1. O jogo foi ficando mais animado, mas sem muitas chances para ambas as equipes, terminando com o empate.