Um pilar a menos: a ausência de Kannemann na zaga do Grêmio

Zagueiro argentino levou o terceiro cartão amarelo e ficará fora da decisão da Libertadores

Um pilar a menos: a ausência de Kannemann na zaga do Grêmio
Foto: Lucas Uebel / Grêmio

Na última quarta-feira (22), no primeiro jogo da final da Copa Libertadores da América diante do Lanús-ARG, o Grêmio entrou em campo com uma preocupação à mais. Edílson e Kannemann iniciaram a partida pendurados com dois cartões amarelos e, com isso, poderiam ficar de fora do jogo decisivo, caso levassem um novo cartão. Kannemann, o zagueiro argentino que é um dos pilares do time — principalmente do setor defensivo —, acabou levando o cartão após lance polêmico, durante confusão em um escanteio dos argentinos. O zagueiro gremista caiu na área após empurrão e o árbitro chinelo Julio Bascuñan apresentou o cartão amarelo para Kannemann e Guereño, da equipe granate. Edílson, que era o outro pendurado, não levou cartão.

O cartão amarelo saiu com um preço maior para o tricolor, que perde um grande nome do time para a decisão. Com a ausência do argentino, quem deve iniciar a partida decisiva é Bressan, que apesar de criticado por grande parte da torcida, se encontra como a principal recomposição da zaga na hierarquia de Renato Portaluppi. Na Libertadores, Bressan soma apenas duas partidas pelo tricolor, enquanto Kannemann já possui 12. Confira abaixo o comparativo dos atletas:

Dados: FootStats
  Bressan Kannemann
Jogos 2 12
Finalizações 0 1
Passes certos 43 282
Passes errados 1 15
Desarmes 2 19
Cartões amarelos 1 4

Kannemann e Geromel, titulares incontestáveis do time, são considerados por muitos a melhor dupla de zaga das Américas, proporcionando lances dignos de tal designação. A segurança passada para a torcida tricolor, que vem desde o título da Copa do Brasil no ano passado, se transformou em confiança e certeza de que o time está bem protegido dos adversários, e por isso, quando um dos dois fica de fora, existe certa preocupação por parte do torcedor.

A equipe argentina, porém, também terá um desfalque. O defensor Diego Braghieri também recebeu o terceiro cartão amarelo e está fora da decisão. Com isso, as duas equipes deverão alterar o sistema defensivo e escalar um defensor reserva.

O jogo decisivo ocorre nesta quarta-feira (29), às 21h45, no estádio de La Fortaleza, em Lanús, na Argentina. A provável escalação do Grêmio tem: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Bressan e Bruno Cortez; Arthur, Jaílson, Ramiro, Fernandinho e Luan; Lucas Barrios.