Do ostracismo ao título da América: Barrios deixa Palmeiras, e conquista Libertadores pelo Grêmio

Artilheiro do Tricolor na temporada, atacante dá volta por cima após deixar alviverde paulista no início do ano

Do ostracismo ao título da América: Barrios deixa Palmeiras, e conquista Libertadores pelo Grêmio
Foto: Lucas Uebel /Gremio FBPA

No dia  22 de fevereiro deste ano, o Grêmio anunciava a contratação de Lucas Barrios. O atacante argentino naturalizado paraguaio rescindiu o contrato com o Palmeiras e aceitou reduzir parte de seus vencimentos para atuar no Tricolor Gaúcho. Um dos objetivos do atleta era voltar a ser protagonista de um time, o que não aconteceu em sua passagem no Palmeiras. A decisão mudaria sua vida profissional por completo. Nesta quarta-feira (29), nove meses após deixar o alviverde paulista, veio a consagração: Grêmio Campeão da Libertadores da América 2017!

O atacante teve papel fundamental na conquista tricolor. Principal contratação para a temporada, Barrios foi o vice-artilheiro do time na Libertadores, com seis gols marcados, atrás apenas de Luan, com oito. O atacante saiu do ostracismo no Palmeiras para o estrelato no Grêmio, realizando um sonho que confessou ter. 

"Como jogador, estive muitas vezes na Libertadores. É o sonho de todos ganhar uma. Como na Europa, o sonho é a Champions. É importante começar bem, na fase de grupos, temos que ir bem fora de casa para assegurar a classificação. Não é fácil jogar uma Libertadores. Mas, assim como o Grêmio foi campeão na Copa do Brasil, espero que isso possa acontecer em nível continental", disse o centroavante em coletiva durante sua apresentação, em fevereiro.

Contratado pelo Palmeiras em 2015, Lucas Barrios não correspondeu às expectativas criadas sobre ele. Foram 13 gols anotados pelo Verdão em um ano e sete meses, enquanto pelo Tricolor Gaúcho o atacante superou essa marca em apenas 120 dias. Em entrevista coletiva, Barrios classificou como "melhor decisão" sua saída do time paulista para o gaúcho. Durante sua passagem pelo Palestra se desentendeu com o técnico Cuca e também foi criticado por torcedores palmeirenses. 

Sonho realizado 

Lucas Barrios desencantou na Libertadores apenas na quarta partida do Grêmio. Com hat-trick diante do Guaraní (PAR), o atacante comandou a vitória por 4 a 1, em Porto Alegre. No jogo seguinte, o atacante novamente balançou as redes, no entanto, não conseguiu evitar a derrota por 2 a 1 para o Deportes Iquique, no Chile.

Vivendo bom momento, Barrios fechou a fase classificatória marcando um dos quatro gols na goleada de 4 a 0 sobre o Zamora (VEN). O último e talvez mais especial aconteceu na Arena Grêmio. Depois de um empate sem gols no Rio de Janeiro, o Imortal recebeu o Botafogo em sua casa. O jogo era equilibrado até que, aos 18  minutos do segundo tempo, o atacante, de cabeça, venceu Gatito Fernández, carimbando a vaga do Grêmio à semifinal.

Embora não tenha balançado a rede nos jogos finais, o argentino-paraguaio demostrou sua importância tática para o time. O jogador é sempre muito elogiado pelo técnico Renato Gaúcho pela entrega com que disputa cada lance, além de ajudar na marcação. Após a conquista do tricampeonato da América, Barrios expressou toda sua emoção. 

"Não foi fácil jogar em muitos lugares durante a Libertadores. Foi muito difícil chegar até a final. Estou muito feliz de fazer parte deste clube, O torcedor me recebeu muito bem no aeroporto, eles sabem o quanto me doo dentro de campo. Quando eu escolhi o Grêmio, sabia para onde estava vindo, um clube copeiro. Agora é desfrutar esse momento com a torcida, somos campeões", disse à Rádio GreNal. 

Com o bom desempenho no Imortal, o artilheiro chegou a ser convocado pela Seleção Paraguaia para disputar as Eliminatórias da Copa, em setembro, mas acabou sendo cortado da lista devido a uma lesão muscular. Barrios é o artilheiro do Grêmio na temporada lado de Luan, com 18 gols.