Grêmio prorroga contrato de Kannemann e zagueiro comenta sobre marcação a Cristiano

Prorrogação contratual do argentino está definida e jogador comentou sobre expectativa para final do Mundial de Clubes

Grêmio prorroga contrato de Kannemann e zagueiro comenta sobre marcação a Cristiano
Kannemann comemora gol diante do São Paulo no Brasileiro (Foto: Lucas Uebel | Grêmio)

Walter Kannemann segue no Grêmio. Segue focado. O zagueiro argentino de 26 anos tinha contrato por mais duas temporadas com o Tricolor gaúcho. A direção acertou detalhes para que ele permaneça por três, portanto, mantendo chances de se tornar um dos maiores defensores da história do Grêmio. Kannemann acerta contrato para ficar na Arena até 2020.

Mas o foco total é a decisão do Mundial de Clubes que ocorre no próximo sábado (16). O Grêmio encara o Real Madrid às 15h (horário de Brasília) e quem vencer a disputa será o campeão do mundo. O Real quer a sexta taça desse peso. São três dos torneios intercontinentais e mais duas do atual formato com os demais continentes. O Grêmio, que venceu o Hamburgo em 1983, quer entrar para o seleto grupo de bicampeões.

A missão de Kannemann mais uma vez é marcar Cristiano Ronaldo. O defensor argentino teve essa árdua tarefa em 2014, quando representava o San Lorenzo de Almagro, campeão da Libertadores naquele ano. Na final, o Real Madrid venceu por 2 a 0, mas Cristiano não deixou sua marca. Foram gols de Sérgio Ramos e Bale. Ambos seguem na equipe merengue da capital espanhola.

Kannemann comentou a expectativa para final. Afirmou desconhecer a fórmula certa de parar o atacante português, mas destacou: "Não sei se existe uma maneira de parar Cristiano Ronaldo, mas ele vai ter trabalho".

Marcelo Grohe também comentou sobre o adversário e o que esperar da postura gremista: "O Real Madrid não é só o Cristiano Ronaldo. É um time fantástico. A final será o maior jogo da nossa carreira. Vamos entrar em campo com muito foco e lutar com todas as nossas forças para fazermos o nosso melhor contra o Real Madrid."

"Pela qualidade do Real, talvez eles fiquem mais com a bola. Nós temos que marcar muito e brigar para buscar uma vitória e levar o título para casa", complementou o arqueiro tricolor.