Apesar de não conquistar Mundial, Renato ressalta força da equipe: " O grupo fez muito este ano"

Além de demonstrar orgulho de seu grupo, comandante do Grêmio também destacou dificuldade de enfrentar Real Madrid e preferiu não falar sobre renovação

Apesar de não conquistar Mundial, Renato ressalta força da equipe: " O grupo fez muito este ano"
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O Grêmio não conseguiu passar pelo Real Madrid e ficou com o vice-campeonato do Mundial de Clubes. Apesar da grande superioridade do clube espanhol, em campo o Tricolor conseguiu segurar e perdeu a partida com um gol de bola parada, marcado por Cristiano Ronaldo. Apesar da derrota, Renato Portaluppi se mostrou orgulhoso do que sua equipe conseguiu fazer na temporada.

Tenho orgulho de estar à frente de um time desses, honramos a camisa mais uma vez. Sabíamos que do outro lado tinha uma equipe muito forte e mesmo assim perdemos num gol de falta, numa falha nossa, são coisas que acontecem no futebol. Pode ter certeza que nosso torcedor está orgulhoso, o clube fez muito esse ano.”

O comandante gremista também reconheceu o bom desempenho dos espanhóis no jogo e admitiu que o Grêmio não esteve em seu melhor momento. Ele destacou ainda a dificuldade de enfrentar um clube com atletas de grande nível.

Pelo que o Real Madrid jogou, mereceu ser campeão. Estamos tristes, mas de cabeça erguida por tudo que fizemos em 2017. Nossa equipe hoje não esteve tão bem, as dificuldades são muito grandes, é difícil jogar contra eles, são jogadores de muita qualidade, todos eles a nível de seleção.”

Sobre a possibilidade de renovação, Renato preferiu não tocar no assunto. O técnico disse apenas que tem interesse de permanecer no clube gaúcho.

Sobre isso não quero falar nada. Agora a tristeza é muito grande, mas todo mundo sabe da vontade que tenho de permanecer, a vontade deles também. As pessoas estão conversando e trocando ideias, eu estava pensando apenas na semifinal e na final. Agora volto pro Brasil descansar, merecemos essas férias. As pessoas que precisam conversar, vão continuar amanhã ou depois, para ver se chegamos num acordo. Vou aproveitar as férias e deixar as pessoas certas tocar nesse assunto.”