A sabedoria que o torcedor precisa para lidar com Luan

Após frustar expectativa no Mundial de Clubes, alguns exageraram nas críticas ao camisa 7, que fez ótima temporada pelo Tricolor

A sabedoria que o torcedor precisa para lidar com Luan
Luan se desvencilhando de Carvajal durante a partida no Mundial de Clubes. (Foto: Getty Images)

Pode-se afirmar que Luan no Mundial de Clubes foi muito abaixo do esperado, errando passes e sem atuar com liberdade no meio-campo como habitualmente faz nas partidas. Na final contra o Real Madrid, o elenco comandado por Zidane conseguiu anular praticamente todo o time gaúcho, que sequer conseguia finalizar de longa distância. O Real adiantou a marcação, comprimindo os espaços dentro de campo.

Quando Luan recebia um passe, a defesa do time merengue marcava sob pressão o camisa 7 e cercava os jogadores em volta que poderiam receber o passe, recuperando a bola ou desarmando o atacante gremista. Sem Arthur, o meio-campo ficou mais recuado e tinha dificuldades em sair com a bola, quase sempre optando por tocar para os laterais Edílson e Cortez, que nesse quesito tinham que se desdobrar para arranjar algum jogador livre. Caso contrário, poderiam perder a posse de bola e dar brechas para o ataque do time espanhol.

A maioria dos jogadores que enfrentam times como Real Madrid, Barcelona e outros gigantes, ficam ansiosos e ao mesmo tempo nervoso por saber da responsabilidade e dificuldade em vencer um oponente tão forte e com um elenco rodeado por diversos jogadores de seleções, tanto no time titular quanto no reserva. Com Luan não foi diferente, pois ele sabia que tinha capacidade de ser o nome do jogo e ao mesmo tempo a responsabilidade de fazer a diferença, pois é considerado o melhor jogador do elenco.

Apesar de ser um jogador veloz e habilidoso, vale ressaltar que Varane e Sérgio Ramos, são zagueiros de suas respectivas seleções e certamente não iriam deixar o camisa 7 com tanto espaço, como foi no jogo na Copa Libertadores contra o Lanús. Após o time gaúcho ser eliminado, alguns torcedores reclamaram da atuação e chegaram a afirmar que Luan ''pipocou'' durante a partida e isso fez com que o jogador respondesse ao desembarcar em São Paulo.

"Agora que perdeu um jogo para o Real Madrid é todo mundo ruim?", comentou chateado.

O torcedor gremista tem todo direito de cobrar o camisa 7, que na partida acabou prendendo mais a bola e se afobando em alguns lances, dando a bola de graça para o adversário. Porém devemos lembrar que o Real Madrid é o melhor time do mundo atualmente e conta com 11 jogadores que fazem a diferença, fora os reservas. Chamar o jovem de 24 anos de ''pipoqueiro'' por conta de uma má atuação, é um equívoco, por tudo que o atacante gremista fez nesta temporada e conquistou nesses últimos dois anos com o tricolor. 

No momento da eliminação e da raiva é compreensível o motivo das reclamações, mas o torcedor tem que lembrar que Luan é uma das jóias do clube e até mesmo do futebol brasileiro, que ultimamente tem tido escassez de jogadores habilidosos como o camisa 7. Certamente o jovem atacante tem muito chão pela frente e tem tudo para ser peça fundamental em busca do quarto título na Copa Libertadores, fora outras competições.

Por fim, deve-se fazer críticas construtivas sim, mas não se pode exagerá-las! O Luan, acima de tudo, é um jogador valioso para o clube e tem tudo para continuar fazendo história em Porto Alegre. Nem sempre os jogadores conseguem fazer uma grande partida, mas podem ser o diferencial durante uma temporada. Por esse motivo, devemos aplaudir o camisa 7 por tudo o que fez e esperar que ele continue apresentando o bom futebol que apresentou neste ano de 2017, que ficou marcado na história.