Andrigo celebra vantagem obtida pelo Inter no Alfredo Jaconi e avalia: "Fizemos nosso papel"

Jogadores colorados ainda deram ênfase para um segundo tempo de conservação do resultado de 1 a 0, perante a um Juventude opressor, na partida de ida da final do Gaúcho

Andrigo celebra vantagem obtida pelo Inter no Alfredo Jaconi e avalia: "Fizemos nosso papel"
Andrigo foi o autor do único gol colorado na partida (Foto:Divulgação/Internacional)

Internacional novamente conseguiu se sobressair diante do Juventude em pleno estádio Alfredo Jaconi. Marco que só a equipe colorada em todo Campeonato Gaúcho conseguiu alcançar, não só uma, mas duas vezes. No primeiro turno, contando com um belo gol de Eduardo Sasha e agora, com uma pintura marcada por Andrigo na vitória por 1 a 0 na partida de ida da final do Campeonato Gaúcho.

O meia Andrigo, destaque na partida e, autor do único gol colorado no Jaconi, ressaltou que a equipe conseguiu fazer em campo tudo o que foi ordenado em treinamento pelo técnico Argel Fucks. "Fizemos o gol e conseguimos segurar. Fizemos o que tínhamos como papel, que era levar a vantagem para a nossa casa. Fizemos nosso papel, agora é fazer o dever de casa", avaliou.

A vatagem desenhada no jogo de hoje, ao que tudo indica, não foi o bastante para que o meia Anderson comemorasse vitória. Para ele, é necessário encarar o jogo de volta, no Beira-Rio, com muita seriedade pois, afinal, o placar ainda está em aberto.

"Sabíamos que seria um jogo difícil. O Juventude é um bom time, eliminou o Grêmio. É um vantagem grande, mas não acabou ainda. É um time perigoso. Colocamos nossa qualidade, tentamos marcar o segundo, mas jogamos 25 minutos com um a menos. Todo mundo sabe que futebol é resultado, e o Inter vem fazendo resultados", ressaltou.

Para o zagueiro Ernando, não só a ofensividade colorada impactou, mas também a segurança defensiva imposta pelo time. Segurança que se deu principalmente na segunda etapa, quando, Vitinho por ato indiciplinar foi expulso, deixando a equipe colorada na mão, com um jogador a menos, em meio a uma pressão alviverde.

"É entrosamento, trabalho do dia a dia. Lembramos que a marcação começa com Sasha e Vitinho. Fizemos uma boa primeira etapa de duas decisões, agora temos que fazer uma semana boa de trabalho para concretizar o título", afirmou.

O capitão colorado, Alisson, autor de grandes defesas na partida, por sua vez, resolveu desviar o foco de si próprio para dar méritos a seus colegas defensores, que segundo ele, tiveram uma bela atuação. "A equipe ajuda e diminui os espaços. Os méritos dessas defesas não são só meus, mas dos zagueiros chegarem junto, também, e atrapalharem o finalizador", disse.

A partida de volta da final do Gaúcho acontece no Beira-Rio, em Porto Alegre, no próximo domingo (8), às 16h.