Argel justifica primeira derrota do Inter no Brasileirão: "Falha coletiva"

Com a derrota de 1 a 0 diante do Vitória, quebra invencibilidade colorada de 18 jogos sem perder

Argel justifica primeira derrota do Inter no Brasileirão: "Falha coletiva"
(Foto: Reprodução/Internacional)

O Internacional teve sua primeira derrota após invencibilidade de sete meses. Neste domingo (5), o Vitória venceu por 1 a 0 no Estádio Barradão. Depois da partida, o técnico Argel Fucks avaliou o resultado como consequência e disse que foi falha coletiva.

"Não entramos bem na partida, concentrados, focados... foi uma falha coletiva. Não conseguimos fazer o gol no primeiro tempo também e o adversário aproveitou essa falha e acabou fazendo o seu gol logo no início. No segundo tempo mudou, adiantamos nossa marcação e a entrada de Jair deu uma qualidade melhor de saída de bola do meio campo. Tivemos uma oportunidade claríssima com William, depois com Aylon e o chute do Alex (...) foi isso, no segundo tempo tivemos mais chances de empatar e no primeiro tempo não fizemos bom jogo", analisou.

Ao ser perguntado sobre a qualidade da equipe, Argel disse não faltar técnica: "Não acho que o nosso time esteja faltando com qualidade técnica. No segundo tempo tivemos quatro ou cinco situações claras de gol. O adversário também tem muita qualidade e jogadores rápidos na frente"

Quando foi mencionado o fato de Vitinho ser muito individualista, o comandante colorado ficou exaltado. "Vitinho tem feito jogos espetaculares, jogamos ano passado só ganhando com gols do Vitinho. Ele tem feito bons jogos, tem sido importante e não acho ele individualista e, se é, acho que atacante tem que ser assim, buscar o jogo um contra um, ter a qualidade que ele tem"

Sobre o favoritismo do Internacional, Argel falou que não existe: "Não vamos colocar um favoritismo no Internacional que nunca teve. Não pensamos como favorito, jogamos jogo a jogo. Não vamos colocar pressão maior do que já tem", disse.

O Colorado está em terceiro na tabela do Brasileirão, com saldo de gol baixo, ganhando a maior parte das partidas apenas por 1 a 0. Sobre isso, Argel disse irritado: "Como tem goleada no Campeonato Brasileiro, né? Um monte de jogos 1 a 0, por favor", concluiu.

O vice de futebol do Inter, Carlos Pellegrini, também falou com a imprensa: "A perda da liderança é natural, por ser um jogo fora de casa, sabíamos que seria um jogo difícil. O Vitória aproveitou um descuido nosso no início do jogo. Agora temos que focar no próximo jogo contra o América-MG dentro do Beira-Rio. O Campeonato Brasileiro vai ser isso, com alternância de liderança, agora todos com o mesmo número de pontos só alterando o número de saldos"

Ao ser questionado se o rendimento desta partida afeta a equipe, Pellegrini negou. "Não, de forma alguma, estávamos vindo de uma sequência forte", finalizou.

O próximo desafio do Colorado será contra o América-MG, no próximo sábado (11), às 16h, no Beira-Rio.