Botafogo surpreende em início avassalador e vence Internacional no Beira-Rio

Em um jogo de cinco gols, Botafogo não tomou conhecimento do mandante da partida, e conquistou sua primeira vitória fora de casa

Botafogo surpreende em início avassalador e vence Internacional no Beira-Rio
Foto: (Divulgação / Internacional)
Internacional
2 3
Botafogo
Internacional: JACSSON, WILLIAM, ALAN COSTA, ERNANDO E GEFERSON (ALEX, INTERVALO); RODRIGO DOURADO, FABINHO, G. FERRAREIS (BRUNO BAIO, MIN. 57), ANDERSON E ANDRIGO (MARQUINHOS, INTERVALO); EDUARDO SASHA. TÉCNICO: ARGEL FUCKS
Botafogo: SIDÃO, LUIS RICARDO, E SILVA, RENAN FONSECA E DIOGO; AIRTON (RODRIGO LINDOSO, INTERVALO), B. SILVA, CAMILO (G. NUÑEZ, MIN. 72) E FERNANDES (GEGÊ, MIN. 89); NEILTON E RIBAMAR. TÉCNICO: RICARDO GOMES
Placar: 0-1, MIN. 7, FERNANDES, 0-2, MIN. 15, NEILTON, 1-2, MIN. 70, EDUARDO SASHA, 1-3, MIN. 71, CAMILO, 2-3, MIN. 73, ERNANDO
ÁRBITRO: WILTON PEREREIRA SAMPAIO (GO). CARTÃO AMARELO: RENAN FONSECA (MIN. 4), GEFERSON (MIN. 39), ERNANDO (MIN. 48), SIDÃO (MIN. 66), R. DOURADO (MIN. 67), GUSTAVO NUÑEZ (MIN. 81), ALAN COSTA (MIN. 82). CARTÃO VERMELHO: FABINHO (MIN. 42)
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA 11ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO, REALIZADA NO ESTÁDIO BEIRA-RIO EM PORTO ALEGRE.

O Internacional recebeu o Botafogo neste domingo (26) no Beira-Rio, mas o jogo que parecia ser fácil e o caminho para voltar à liderança do campeonato acabou se tornando em um desgosto colorado. O time carioca não se intimidou com os quase 30 mil torcedores do Inter presente no estádio, e foi em busca da sua primeira vitória como visitante neste Campeonato Brasileiro; com gols de Fernandes, Neilton e Camilo, o alvi-negro venceu o Inter e somou 12 pontos. Os gols colorados foram de Eduardo Sasha e Ernando.

Com a vitória o Botafogo e o empate do Coritiba que divide a parte de baixo da tabela com o glorioso, o time do Rio de Janeiro somou 12 pontos e acabou a rodada em 17º colocado. Já o Internacional continou com 20 pontos na segunda posição da tabela, atrás do líder Palmeiras que também perdeu na rodada.

O colorado volta à campo na quarta-feira (29) às 19h30 contra o Flamengo, no estádio Kleber Andrade no Espírito Santo. O Botafogo pega o Atlético Mineiro no Independência na quinta-feira (30) às 21h.

Botafogo assume o domínio da partida e pega de surpresa o time da casa

Os colorados e certamente o Internacional não esperavam o que estava por vir; o visitante mesmo inferior taticamente e ocupando a zona da degola, não se assustou com o fato de estar jogando contra o vice-líder do campeonato e comandou as jogadas ofensivas do primeiro tempo.

Logo aos 7 minutos da etapa inicial, o Botafogo conseguiu criar a sua primeira oportunidade, Luis Ricardo em uma ótima jogada de contra-ataque pela direita contou com a falha do lateral Geferson, e cruzou para Fernandes receber livre a área e chutar para abrir o placar. 1 a 0 para o Botafogo no início do jogo.

A primeira chance clara de gol do Internacional veio aos 12 minutos, quando Anderson fez um longo lançamento para Eduardo Sasha que ganhou na corrida de Renan Fonseca, mas chutou cruzado em cima do goleiro Sidão.

Após a defesa do goleiro botafoguense que deu o escanteio para o Inter aos 14 minutos Ferrareis fez a cobrança no lado direito, a bola foi desviada na primeira trave e sobrou para Sasha no segundo pau que não conseguiu finalizar. A bola ainda sobrou para Andrigo tentar de cabeça, mas o volante Bruno Silva salvou em cima da linha o que seria o empate colorado.

Em seguida novamente em jogada de contra-ataque, o Botafogo ampliou o placar com gol de Neilton. Camilo recebeu no lado esquerdo e passou para Neilton que chutou cruzado e deixou o goleiro Jacsson sem chance de defesa. 2x0 para os visitantes.

Aos 31 minutos o Inter conseguiu mais uma boa chance de diminuir o placar. Andrigo recebeu na área e tocou para William fazer a finalização, ele chutou rasteiro para a defesa com a perna do goleiro Sidão.

Com 38 minutos o Botafogo continuava atacando, e em uma linda jogada de Fernandes que avançou pela esquerda, cortou a marcação e chutou rasteiro para defesa incrível do goleiro Jacsson, o alvi-negro perdeu uma chance boa de aumentar o placar.

Na etapa final do primeiro tempo, o volante Fabinho aos 42 minutos fez falta dura em Neilton e recebeu o cartão vermelho direto.

No segundo tempo Internacional esboçou reação, mas não conseguiu reverter o placar

Na segunda etapa o Inter voltou com duas mudanças e o Botafogo com uma. O visitante que tinha vantagem de dois gols no placar, cansou e atacou menos, mas mesmo assim ainda conseguiu fazer o terceiro gol.

Aos 2 minutos o Inter com vontade parecia que viria para reverter o placar. Após jogada de Rodrigo Dourado que invadiu a área, mas foi desarmado, o meia Anderson pegou a sobra de bola e chutou forte por cima do gol de Sidão.

Os contra-ataques perigosos do Botafogo não pareciam ter acabado e com 19 minutos, Ribamar atacou com velocidade pela direita, foi desarmado por William que deixou a sobra de bola para Neilton, livre, chutar para fora, para alívio dos colorados.

O desconto colorado veio aos 25 minutos com Eduardo Sasha. Pela direita Marquinhos viu o atacante colorado livre de marcação, que recebeu a bola e chutou forte não dando oportunidade para a defesa do goleiro botafoguense. Internacional desconta o placar, 2 a 1.

Pego de surpresa, aos 26 minutos os colorados não puderam nem terminar de comemorar. Danilo que tabelou com Fernandes, ficou livre na boca da grande área e chutou forte para marcar um lindo gol para o Botafogo. 3 a 1 para os visitantes.

Dois minutos depois aos 28, o zagueiro Ernando descontou mais uma vez para o colorado. Após cobrança de escanteio de Alex, Ernando subiu mais alto do que todo mundo e cabeceou no ângulo. Gol do Inter, 3-2.

O Botafogo continuava perigoso, mas ao final do jogo preferiu apenas segurar o placar. A última chance do Inter veio no apagar das luzes, aos 44 minutos, William cobrou escanteio pela direita e Bruno Baio subiu livre, mas cabeceou para fora. O jogo ainda teve quatro minutos de acréscimo, mas terminou com vitória preta e branca.