Paulão assegura foco total e define duelo contra o Santa Cruz: "Crucial para gente"

Internacional precisa de mais três resultados a seu favor para continuar na elite do Brasileirão

Paulão assegura foco total e define duelo contra o Santa Cruz: "Crucial para gente"
Paulão destaca foco total no Brasileirão (Foto:Divulgação/Internacional)

Deixando um pouco de lado a Copa do Brasil, o Internacional agora visa sua permanência na Série A do Brasileiro e declara foco total no seu seguinte adversário, o imprevisível Santa Cruz. A situação é agravante, afinal, equipe colorada se encontra a apenas dois pontos do Z-4, com 37 pontos somados no certame e, segundo matemáticos, mais três vitórias na competição são necessárias para escapar do rebaixamento.

No treino desta quinta-feira (27), Celso Roth optou primeiramente por atividades ligadas aos atletas que não atuaram diante do Atlético-MG. O restante do grupo, separado dos demais, fizeram um trabalho regenerativo. Rodrigo Dourado e Anselmo, suspensos, não poderão defender o colorado diante do Santa, contudo, Eduardo Henrique e Fabinho devem susbstituí-los.

Para o confronto, Roth deve manter William no meio de campo fazendo com que Alex, Sasha, Valdivia e Anderson lutem pelas outras duas vagas restantes no meio. A equipe que irá a campo na ocasião deve ser somente revelada no treino desta sexta-feira (28), às 10h no Parque Gigante. 

Para Paulão, o foco colorado deve estar totalmente depositado no Campeonato Brasileiro e, com isso, o pensamento jogo a jogo implantado por Argel anteriormente, não poderia ser descartado, tratando-se de um Inter ainda em fuga do rebaixamento.

"Nossa ideia sempre foi o Campeonato Brasileiro. Tanto que, na Copa do Brasil, o Roth vem dando chance para outros jogadores. Hoje é um novo dia diferente, pensamos no jogo de sábado, que é crucial para gente. Independente da situação, o Santa Cruz tem jogadores importantes", disse.

O Internacional ainda conta com mais três confrontos em seus domínios e, caso vença os três, estará, enfim, livre do rebaixamento. Os três confrontos tratam-se de equipes um tanto inconstantes no campeonato: o próprio Santa Cruz, Cruzeiro e Ponte Preta.

"A tensão vai estar sempre pairando sobre a gente porque sabemos que temos que ganhar os jogos. Bem mais fácil se a gente precisasse ganhar um desses três em casa. São três jogos difíceis, complicados. Quando tu tens uma gordurinha, dá para planejar. Mas a gente precisa ganhar. É pensamento positivo e fé o tempo todo", finalizou.