Em duelo com desfalques, Inter enfrenta Juventude na serra em busca de manutenção da liderança

Sem Rodrigo Dourado e D'Alessandro, Colorado procura igualar recorde do Corinthians de sete vitórias consecutivas na Série B; Sem seu principal jogador, Juventude quer retomar boa fase na competição

Em duelo com desfalques, Inter enfrenta Juventude na serra em busca de manutenção da liderança
(Foto: Ricardo Duarte / Divulgação Internacional)
Juventude
Internacional
Juventude : Matheus Cavichioli; Pará, Domingues, Vidal e Maurício; Fahel, Lucas, Leílson e Juninho; Ramon e João Paulo. Técnico: Gilmar Dal Pozzo
Internacional: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Klaus, Victor Cuesta e Uendel; Charles, Edenílson, Felipe Gutiérrez e William Pottker; Leandro Damião. Técnico: Guto Ferreira
ÁRBITRO: Bruno Arleu de Araujo, auxiliado por Eduardo de Souza Couto e Gabriel Conti Viana (trio carioca).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 23ª rodada da Série B 2017, a se realizar no estádio Alfredo Jaconi, Caxias do Sul, RS.

Para chegar à sétima vitória consecutiva e se manter ainda mais firme na liderança, o Internacional vai à Caxias do Sul para enfrentar o Juventude, pela 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2017. Após bater o Paysandu em casa na última rodada, o time porto-alegrense vai ao estádio Alfredo Jaconi, no interior do Rio Grande, onde a bola rola a partir das 16h30. Em caso de vitória, o Internacional se mantém como líder da competição.

Além de se manter na liderança, o Colorado vai ao interior do estado para igualar um recorde que hoje é do Corinthians. Caso chegue à sétima vitória seguida, o alvirrubro se igualará ao alvinegro, como o “time de série A” com a maior sequência de êxitos. No topo da tabela, o Inter detém 42 pontos, um a mais que o segundo colocado, América-MG.

Diferente do clube da capital, o Juventude não está bem no segundo turno. Após passar algumas rodadas no topo da tabela, o Periquito está uma decrescente na competição. Após perder para o Paraná por 2 a 0, fora de casa no último jogo, os caxienses ocupam a sexta posição, com 34 pontos.

Mudança de hábitos

Diferente de todos os outros treinamentos feitos antes dos jogos, o técnico Guto Ferreira decidiu abrir o último trabalho do confronto. O mandatário que sempre fecha o treino que antecede a partida desta vez surpreendeu.

Com dois desfalques na equipe titular, Guto não teve muito o que esconder. A ausência de Rodrigo Dourado, suspenso devido ao terceiro cartão amarelo, será reposta com o menino Charles. Outro desfalque é o meia D’Alessandro. O argentino sentiu um desconforto durante o jogo-treino diante do Cruzeiro-RS, no último sábado (02), e saiu do gramado. Nesta semana, foi constatado um edema muscular, que tirou o gringo deste confronto.

 A segunda baixa é a mais importante referente a três aspectos. Além de referência técnica do Internacional em campo, D’Alessandro é quem carrega a braçadeira de capitão. Além dos dois citados acima, o aspecto mais importante, é o fato de que Camilo, substituto imediato de D’ale, terminou a partida contra o Atlético-MG, pela Copa da Primeira Liga, mancando. Após passar por exames, o meia foi diagnosticado com uma lesão muscular, que o afasta dos gramados por três semanas.

Para esta vaga, Guto Ferreira tinha Juan, que volta de lesão. O treinador até chegou a utilizar o atleta nesta função, ao longo da semana. Porém, o chileno Felipe Gutiérrez, que estava com a seleção chilena, voltou a integrar o grupo de jogadores do Inter. Sendo assim, o gringo participou dos trabalhos que antecedem a partida como titular, e Juan segue como opção.

Outro fator que chamou atenção ao longo desta semana, foi o ingresso de Iago na equipe titular em um dos treinamentos, na vaga de Uendel. Com atuações que fogem da regularidade Uendel segue ameaçado pelo menino, que teve boa atuação no jogo-treino do último sábado. Sobretudo, Guto deve manter a base da equipe que vem atuando com frequência .

Assim, o provável time do Inter deve ir à campo com: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Klaus, Victor Cuesta e Uendel; Charles, Edenílson, Felipe Gutiérrez e William Pottker; Leandro Damião.

Os últimos dois dias que antecederam a partida foram datas para comemorações em prol do comandante colorado. A quinta-feira (07), foi marcada pelo aniversário de Guto Ferreira. Na data, o treinador completou 52 anos de idade. Na sexta-feira (08), foi marcado os primeiros 100 dias do comandante à frente do Colorado.

Um para quatro

Após arrancar um empate dentro do Beira Rio, no primeiro turno, o Juventude quer em casa, reencontrar o caminho das vitórias. Para isso, o Papo conta com um reforço importante. O lateral Pará, retorna após passar cerca de quatro meses  se recuperando de um fratura no pé. O atleta foi o que mais atuou na temporadas passada, onde o Ju conseguiu o acesso para a Série B. Na oportunidade, Pará atuou por cerca de 46 partidas.

Apesar do retorno do lateral, o clube não conta com outros quatro jogadores. O lateral-esquerdo, Bruno Collaço e o volante Diego Felipe, estão suspensos e não atuam contra o Inter. O zagueiro, Ruan Renato, que estava emprestado ao Ju, foi vendido e não integra mais a equipe. Mas o principal desfalque é o atacante Tiago Marques. O artilheiro da equipe alviverde e da Série B, com 11 gols, passou por uma cirurgia, devido a uma fratura na face e fica de fora do embate.

Provável time do Juventude: Matheus Cavichioli; Pará, Domingues, Vidal e Maurício; Fahel, Lucas, Leílson e Juninho; Ramon e João Paulo.